Divulgação

Os melhores álbuns de k-pop de 2024 (até agora)

Por Caio Coletti e Leticia Cangane

É 2024, e o k-pop continua mantendo os fãs muito ocupados com lançamentos de respeito. E como esses primeiros seis meses do ano foram só bop atrás de bop, a gente se juntou para selecionar os nossos favoritos!

Divulgação

FE304: BREAK - NMIXX

“Dash! I wanna dash! I wanna run it (run it)! Dash!”. O gancho viciante que abre o Fe304: Break mostra que o NMIXX não perdeu o pop de vista em sua busca pelo pioneirismo experimental. Daí em diante, o disco é uma explosão deliciosa de pianos jazzísticos, guitarras de hard rock, violinos de country, batidas de techno e muito mais. (Caio Coletti)

Divulgação

WITH YOU-TH - TWICE

Outra aposta boa da JYP este ano foi deixar o TWICE fazer o que faz melhor: ser a máquina de música pop mais azeitada do planeta. “I Got You” precisa de tempo para crescer no ouvinte, mas a sequência insana de “Bloom” (a melhor canção do ano) e “You Get Me” deixa até o fã mais desencantado convencido a amá-las de novo. (Caio Coletti)

Divulgação

IVE SWITCH - IVE

Enquanto suas colegas estão preocupadas em se reinventar, o IVE segue fazendo música pop redondinha e empolgante para as pistas de dança, tranquilas na consciência de que esse tipo de arte sempre tem seu lugar. Daí, é claro, surgem pérolas como o refrão e pós-refrão frenéticos de “Accendio”, talvez a melhor ideia melódica do ano. (Caio Coletti)

Divulgação

THE FUTURE IS OURS: FOUND - AB6IX

Quem também vive fazendo pop de qualidade - mas é muito menos reconhecido por isso - é o AB6IX, que passeia com facilidade entre eletrônica “limpinha” e a sujeira sonora absoluta (no melhor dos sentidos!) de uma “Whistle”, sempre com elegância, empolgação e brilhantismo. O novo álbum é só mais uma prova de tudo isso. (Caio Coletti)

Divulgação

MINISODE 3: TOMORROW - Tomorrow X Together

A essa altura da carreira do Tomorrow X Together, parece que a fase exploratória da carreira do grupo nunca vai acabar - e isso é ótimo. Começando com um casamento glorioso de dream pop e hit de boy band (“I’ll See You There Tomorrow”), o Minisode 3 passeia por territórios familiares e novos com leveza e personalidade. (Caio Coletti)

Divulgação

BLOSSOM - D.O.

O main vocal do EXO continua provando que é um dos mais talentosos vocalistas da geração e entrega o terceiro mini álbum solo cheio de sua especialidade: baladas melódicas e românticas com uma sonoridade fresh. A ótima “Mars” dá o tom do álbum, que encontra ótimos momentos também em “Simple Joys” e “Good Night”. (Letícia Cangane)

Divulgação

RIGHT PLACE, WRONG PERSON - RM

Namjoon sempre reserva momentos vulneráveis e muito honestos em seus trabalhos solo, como o ótimo Indigo provou, e agora não é diferente: o líder do BTS de despe da persona pública e explora as nuances do seu eu artístico no novo álbum, que traz sonoridades interessantes (“Nuts”) e letras poéticas (“Come back to me”). (Letícia Cangane)

Divulgação

17 IS RIGHT HERE - SEVENTEEN

O Seventeen está bem aqui e não vai a lugar nenhum! O grupo mostra que está no auge com a coletânea de hits que celebra sua carreira. As novas músicas exploram seus pontos altos: “MAESTRO” com suas killing parts; “LALALI” destacando a hip hop unit; “SPELL” e a sonoridade dançante; e a acolhedora “CHEERS TO YOUTH”. (Letícia Cangane)

Divulgação

16 FANTASY - LEE YOUNG JI

Ela é rapper, vocalista e ainda arruma tempo para um pézinho na comédia: Lee Young Ji é um fenômeno, e seu EP mais recente prova o porquê ela é uma artista em primeiro lugar. O álbum traz diferentes estilos de rap e sonoridades, além de canções que valorizam seus vocais, como a parceria com D.O., “Small Girl”, e com Jambino, “ADHD”. (Letícia Cangane)

Divulgação

MIDAS TOUCH - KISS OF LIFE

Não tem como: o k-pop está rendido pelo Kiss of Life. O quarteto, que vem do ótimo EP Born to be XX, fez seu comeback com “Midas Touch” trazendo as duas coisas mais importantes na indústria - talento e música boa. Com inspiração num pop chiclete atemporal, o single album é perfeito para os fãs de pop à la Britney. (Letícia Cangane)

Divulgação

MENÇÃO HONROSA: SINGLEs

Alguns lançamentos individuais se destacaram neste ano - é o caso de “Fri(end)s”, do V, e “SPOT!”, parceria de Zico e Jennie. A primeira mostra como o vocalista do BTS se encontra num pop diferente e perfeito para seus vocais graves, enquanto a segunda reúne dois grandes nomes da indústria numa faixa que não sai da cabeça. (Letícia Cangane)

Divulgação

SAIBA TUDO SOBRE K-POP NO OMELETE!

Divulgação