Omelete

BRASILEIROS QUE MERECIAM TER IDO AO VMA

ANITTA SERÁ A PRIMEIRA ARTISTA BRASILEIRA NO VMA. O MOMENTO HISTÓRICO NOS FEZ PENSAR, NO ENTANTO, QUAIS OUTROS ARTISTAS NACIONAIS PODERIAM TER DADO AS CARAS NO EVENTO DA MTV.

POR CAIO COLETTI

MARINA LIMA

O PRIMEIRO VMA ACONTECEU EM 1984, O MESMO ANO EM QUE A CARIOCA MARINA LIMA ESTAVA ESTOURANDO NAS PARADAS COM “FULLGÁS”, UMA MÚSICA QUE É A CARA DA MTV.

FERNANDA ABREU

SEJA COM “RIO 40 GRAUS” OU “KÁTIA FLÁVIA, A GODIVA DO IRAJÁ”, FERNANDA MERECIA TER APRESENTADO UM DE SEUS SUBVERSIVOS HITS FUNK NO PALCO DO VMA.

KLB/ROUGE

A MAIOR BOY BAND E O MAIOR GIRL GROUP DA HISTÓRIA DA MÚSICA POP BRASILEIRA GRAVARAM UMA COLABORAÇÃO, “NUNCA DEIXE DE SONHAR”, EM 2002... IMAGINA ISSO NO PALCO DO VMA?

NX ZERO/FRESNO

O EMO FEZ MARCAS PROFUNDAS NO BRASIL, ABARCANDO ALGUMAS DAS BANDAS MAIS POPULARES DOS ANOS 2000. VOTAMOS POR UMA COLABORAÇÃO DE NX E FRESNO NO VMA PARA REPRESENTAR O MOVIMENTO.

BANDA UÓ/GABY AMARANTOS

OUTRO MOMENTO IMPORTANTE FOI O TECNOBREGA, QUE TERIA EXPLODIDO O PALCO DO VMA E COLOCADO ASTROS AMERICANOS PARA DANÇAR - PRINCIPALMENTE AO SOM DESSES 2 EXPOENTES DO GÊNERO. 

ELZA SOARES

SE ELZA ERA A “VOZ DO MILÊNIO”, POR QUE NÃO DAR A ELA UM PALCO INTERNACIONAL? NA FASE FINAL DA SUA CARREIRA, A PINTA DE VETERANA “PORRETA” DA CANTORA TERIA SE ENCAIXADO BEM NO VMA.

GAL COSTA

EM A PELE DO FUTURO, SEU DISCO DE 2018, GAL ENCARNOU UM SOM DANÇANTE E DISCO QUE COM CERTEZA FARIA SUCESSO NA MTV. AINDA DÁ TEMPO, VMA, CHAMA ELA!

MARÍLIA MENDONÇA

RECONHECER A PROJEÇÃO GIGANTESCA DO SERTANEJO SERIA UM ATO DE SABEDORIA DO VMA, E NÃO HAVIA NINGUÉM MAIS EMBLEMÁTICO PARA REPRESENTÁ-LO NOS PALCOS INTERNACIONAIS DO QUE MARÍLIA.

JALOO/DUDA BEAT

CONTINUANDO NA MESMA VIBE, ESSES DOIS CANTORES REPRESENTARIAM BEM A GERAÇÃO MAIS RECENTE DE ELETRÔNICO-INDIE-REGIONAL QUE VEM CONQUISTANDO CORAÇÕES NO BRASIL.

PABLLO VITTAR/GLORIA GROOVE

NEM AS DRAG QUEENS CANTORAS DOS EUA TIVERAM MUITO ESPAÇO NO VMA. FICA DIFÍCIL IMAGINAR SUPERESTRELAS BRASILEIRAS COMO PABLLO E GLORIA TOMANDO AQUELE PALCO. QUEM SABE UM DIA?

LINN DA QUEBRADA

POR FIM, O RAP-FUNK-ELETRÔNICO-EXPERIMENTAL DA CANTORA PAULISTANA COM CERTEZA IMPRESSIONARIA O PUBLICO DO VMA. NÃO CUSTA SONHAR!

SAIBA MAIS SOBRE VMA E MÚSICA NO OMELETE!