Foto de The Walking Dead

Créditos da imagem: The Walking Dead/AMC/Divulgação

Séries e TV

Notícia

The Walking Dead pode deixar produção na Geórgia por lei antiaborto

Canal AMC se une a outras empresas de entretenimento

Camila Sousa
03.06.2019
10h46

Após o pronunciamento de empresas como Disney e Netflix - saiba mais, o canal AMC afirmou que pode tirar a produção de The Walking Dead da Geórgia por conta da lei antiaborto.

Segundo o Comic Book, o canal adquiriu os estúdios na Geórgia onde a série é gravada desde sua segunda temporada, e tal investimento pode causar problemas financeiros ao canal caso o local não seja utilizado. Apesar disso, o AMC afirma que “se essa legislação altamente restritiva entrar em vigor, vamos reavaliar nossa atividade na Geórgia.”

A lei aprovada no estado, batizada de heartbeat law, proíbe mulheres de realizarem abortos após seis semanas de gravidez, quando o coração do feto pode ser detectado. O prazo, no entanto, é considerado curto demais já que muitas mulheres não descobrem a gravidez em apenas seis semanas.

Anteriormente a série The Power retirou a produção da Geórgia, e recentemente Barb and Star Go to Vista Del Mar, longa com Kristen Wiig, também cancelou as filmagens na locação. Diversas celebridades também se uniram para assinar uma carta se posicionando contra a lei, incluindo Amy SchumerSean PennAlec Baldwin, Don CheadleRosie O'Donnell e Mia Farrow.