Séries e TV

Notícia

The Mandalorian | Bill Burr defende Gina Carano: “ela é uma pessoa legal”

Intérprete de Mayfeld falou sobre a demissão recente da colega de elenco

A cozinha
03.03.2021
09h43

Durante a transmissão de seu podcast, Bill Burr, intérprete de Mayfeld em The Mandalorian, defendeu a colega de elenco Gina Carano (via Deadline). A atriz foi demitida pela Lucasfilm após fazer uma postagem nas redes sociais comparando o genocídio do povo judeu com as críticas aos apoiadores do partido republicano nos EUA.

No podcast, Burr afirmou que Carano “era uma pessoa muito querida e muito legal. E, você sabe, com certeza vão pegar este vídeo, distorcer o que eu estou falando e me fazer perder meu colecionável careca”, disse o ator, se referindo ao lançamento cancelado do action figure de Cara Dune após a polêmica.

“Eu estou naquele seriado de mer**, então agora preciso ficar atento ao que eu falo. As coisas estão muito malucas. Há pessoas que ficam só esperando [pelo erro]. Vamos mostrar que ele é humano, que ele cometeu um erro no passado e vamos acabar com seus sonhos”, afirmou o ator sobre a cultura do cancelamento.

“Como você consegue julgar as pessoas de forma tão severa? Não estou falando sobre coisas radicais, como agressão sexual, estupro e essas coisas, não é sobre isso. Tudo está se tornando, tipo ‘você fez uma comparação ignorante, lá se vai o seu sonho’. Olho e penso quem consegue apoiar tudo isso?”, completa.

O comediante Joe DeRosa, convidado do podcast, também comentou o caso. “Eu entendo o que ela estava tentando dizer. Obviamente, qualquer comparação com o Holocausto é ruim, é algo estúpido de se fazer, não discordo disso. No entanto, como isso é diferente de todas as pessoas da esquerda quando Trump foi eleito e elas disseram: ‘ele é como o Hitler’. Como isso é diferente?”.

Carano compartilhou no Instagram uma postagem do Tik Tok afirmando que o genocídio do povo judeu foi causado “não pelos nazistas, mas pelos vizinhos”. “Como a história é editada, a maioria das pessoas não percebe que para chegar ao ponto em que os nazistas conseguiam prender milhares de judeus, o governo fez com que seus próprios vizinhos os odiassem apenas por serem judeus. Como isso é diferente de odiar alguém apenas por suas visões políticas?”, diz o post da atriz, que depois foi apagado.

A postagem foi feita após a onda de críticas que políticos e partidários republicanos têm recebido após incitarem a invasão do Capitólio, sede do poder legislativo dos EUA, por incentivo do ex-presidente Donald Trump. Carano é apoiadora de Trump e se manifestou amplamente em apoio a ele durante as eleições presidenciais norte-americanas. Além disso, fãs da franquia Star Wars já vinham se manifestando nas redes sociais pedindo a demissão da atriz por seus posts contra o uso de máscaras como medida de proteção à Covid-19.

Até o pronunciamento da Lucasfilm, havia a expectativa que a atriz retornasse ao papel de Cara Dune em Rangers of the New Republic, outra série que se passa no universo de Star Wars, anunciada no Dia dos Investidores da Disney.

Série original do Disney+The Mandalorian acompanha as aventuras pela galáxia do mandaloriano Din Djarin (Pedro Pascal), um caçador de recompensas que vê sua vida mudar totalmente quando um trabalho coloca A Criança em seu caminho. A história se situa alguns anos depois da derrota do Império pela Aliança Rebelde, vista em O Retorno de Jedi (1983), terceiro filme da trilogia original da saga Star Wars, criada por George Lucas.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.