Foto de Star Wars: A Ascensão Skywalker

Créditos da imagem: Star Wars: A Ascensão Skywalker/Lucasfilm/Divulgação

Filmes

Notícia

“Menos é mais”, diz presidente da Disney sobre filmes de Star Wars

Bob Iger comentou nova estratégia da Lucasfilm para diminuir produções da franquia

Camila Sousa
02.11.2019
11h18

Em entrevista para a BBC, Bob Iger, presidente da Disney, comentou a estratégia de lançar menos filmes de Star Wars. Anteriormente a Lucasfilm planejou vários lançamentos para a franquia, mas o resultado negativo de Solo: Uma História Star Wars acendeu um alerta no estúdio:

“Eu disse publicamente que acho que fizemos e lançamos muitos filmes de Star Wars em um curto período de tempo. Eu não disse que estava desapontado de alguma forma, não disse que fiquei desapontado com a performance deles. Apenas acho que há algo especial sobre os filmes de Star Wars, em que menos é mais”.

A mudança no cronograma de lançamentos foi anunciada em setembro de 2018, poucos meses após o lançamento nos cinemas do filme sobre o jovem Han Solo. Além de não ser sucesso de crítica, a produção também não foi muito lucrativa, arrecadando US$ 392 milhões no mundo, para um orçamento estimado em US$ 275 milhões.

Vale lembrar que recentemente o estúdio cancelou a trilogia que seria feita por David Benioff e D.B. Weiss, showrunners de Game of Thrones. Segundo comunicado, a decisão foi tomada por conflitos de agenda.

O próximo filme da franquia que chega aos cinemas é Star Wars: A Ascensão Skywalker, agendado para 19 de dezembro. A ideia é que a produção encerre a história dos Skywalker nos cinemas.