Ewan McGregor como Obi-Wan Kenobi

Créditos da imagem: Lucasfilm

Séries e TV

Notícia

Obi-Wan Kenobi se passará em "um tempo de escuridão na galáxia", diz roteirista

Série chega ao catálogo do Disney+ no fim de maio

Omelete
3 min de leitura
Bia Vaccari
13.04.2022, às 14H28
ATUALIZADA EM 18.04.2022, ÀS 08H12
ATUALIZADA EM 18.04.2022, ÀS 08H12

Episódio III de Star Wars foi um tanto obscuro para Obi-Wan Kenobi. Após assistir Anakin Skywalker render-se ao lado sombrio da força e ver toda a Guerra dos Clones manipulada por um lorde Sith, é totalmente compreensível que ele tenha se isolado em Tatooine.

Porém, estaria o clima ainda bastante pesado em Obi-Wan Kenobi, a próxima série original do Disney+? Parece que sim, pelo menos é o que roteirista Joby Harold revelou à Entertainment Weekly. Contando que os eventos do show passam-se exatos 10 anos após A Vingança dos Sith, ele afirmou que que "é um tempo de escuridão na galáxia".

"O Império está em ascensão. E todos os horrores que vêm com o Império estão se manifestando por toda a galáxia; a Ordem Jedi como a conhecemos está sendo praticamente exterminada. Então, tudo o que estava nas prequelas desmoronou", detalhou Harold à revista.

Como se não fosse brutal o suficiente para a Rebelião ver tudo o que aconteceu no Episódio III, parece que durante uma década, os rebeldes tiveram de sentar e assistir o lado sombrio engolir tudo ao seu redor. "Aqueles Jedi sobreviventes, aqueles que sobrevivem, estão fugindo, escondidos", explicou o roteirista. "E Vader e seus inquisidores os estão perseguindo até o fim da galáxia."

Esse é, então, o cenário em que se passa Obi-Wan Kenobi e que nosso herói titular se encontra durante a série original. "Dentro desse mundo fatalista sem esperança, encontramos possivelmente o mais famoso de todos os nossos Jedi sobreviventes escondidos, lutando com a fé que define os Jedi, e querendo mantê-la, esperando recuperar essa fé dentro desse tipo de mundo sem esperança", descreveu o roteirista.

É exatamente assim que acontece, literalmente, a transição de Vingança dos Sith para Uma Nova Esperança, e finalmente poderemos conferir o que de fato Obi-Wan Kenobi fez até ser contatado por Luke a pedido de Leia. "Dentro desse ambiente e dessa galáxia, sua fé é testada", disse Harold. "E ele vai em uma jornada que lhe permite viajar daquele personagem que vimos na última das prequelas, onde [McGregor] realmente sentiu que estava encarnando Obi-Wan Kenobi em um grau bastante extraordinário, e termina com ele como o 'produto' mais acabado que Alec Guinness deu ao mundo em Uma Nova Esperança. Nesta história específica, acompanhamos Obi Wan enquanto ele tem que sobreviver a uma experiência bastante extraordinária."

Harold ainda detalhou que Obi-Wan é "definido por seu passado em grande medida", ou seja, seu passado com Anakin Skywalker ainda o afeta justamente por tanto tempo que compartilharam juntos. "Eles são tão próximos que tudo o que ele experimentou e tudo o que aconteceu com Anakin não pode deixar de defini-lo. definido por essa história, quer ele queira ou não".

Obi-Wan Kenobi terá Ewan McGregor retornando ao papel principal, além de Hayden Christensen interpretando Anakin Skywalker. A série estreia em 27 de maio no Disney+.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.