Ator Jussie Smollett

Créditos da imagem: Empire/Fox/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Jussie Smollett é considerado culpado de mentir sobre ataque de ódio em 2019

Julgamento durou mais de nove horas

Pedro Henrique Ribeiro
09.12.2021, às 20:59

O ator Jussie Smollett foi considerado culpado de mentir para a polícia sobre ter sofrido um ataque de ódio em 2019. Um julgamento aconteceu nesta quita-feira (9) e durou mais de nove horas.

Conforme relatado pelo G1, ele apresentou uma versão contrária à apresentada por dois irmãos, que disseram terem sido comandados pelo próprio Smollett para fingir um ataque contra ele em uma tentativa de ganhar mais publicidade.

Um júri formado por seis homens e seis mulheres se renuíram para discutir as alegações consideraram o ator culpado de cinco das seis acusações que ele sofria.

Entenda o caso

O caso de Smollett começou no fim de janeiro de 2019, quando ele afirmou ter sido atacado por dois homens em Chicago. Eles teriam feito ofensas racistas e homofóbicas (o ator assumiu a homossexualidade em 2015, no programa de Ellen DeGeneres), batido no ator, amarrado uma corda ao redor de seu pescoço e jogado uma substância química, identificada depois como alvejante. O ator também afirmou que ouviu os agressores falarem MAGA (de "Make America Great Again", frase usada pelos apoiadores de Donald Trump).

O ato chamou a atenção de Hollywood por seu cunho racista e homofóbico, mas semanas depois Smollett foi acusado de ter forjado tudo e chegou a ser preso. Na época, foi alegado que o ator estaria insatisfeito com seu personagem na série Empire. Quando o caso foi apontada como uma farsa, a Fox retirou o personagem Jamal Lyon do demais episódios da temporada atual - saiba mais.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.