Séries e TV

Notícia

Fazer maratona de séries eleva o risco de morte precoce, diz pesquisa

Universidade de Osaka, no Japão, compara hábito com uma viagem de avião

Aline Diniz
04.01.2017
11h29
Atualizada em
04.01.2017
12h00
Atualizada em 04.01.2017 às 12h00

Pesquisadores da Universidade de Osaka, no Japão, apresentaram um estudo que aponta os riscos de fazer maratona de séries, conhecido também como binge watching. [via Folha] Segundo a pesquisa, assistir a séries por um longo período de tempo se compara a uma viagem de avião, exigindo alongamentos pelo menos a cada hora passada sentado no sofá.

None

O estudo aponta o risco da morte como sendo de embolia pulmonar, alegando que uma pessoa que passa até cinco horas por dia assistindo à TV tem o dobro de chances de morrer do que uma pessoa que assiste a apenas duas horas e meia diárias.

Essa, no entanto, não é a primeira pesquisa que indica morte prematura para quem passa boa parte da vida à frente da tela. Um outro trabalho publicado no Journal of the American Heart Association indica que passar mais de três horas assistindo TV tem mais chances de falecer por doenças cardiovasculares e câncer, sugerindo também alguns alongamentos e intervalos frequentes durante a maratona.