HQ/Livros

Notícia

Tintim ganhará novas HQs em 2052

Estratégia está relacionada a entrada do personagem em domínio público

Érico Assis
21.10.2013
21h40
Atualizada em
21.09.2014
15h08
Atualizada em 21.09.2014 às 15h08

Segundo o jornal francês Le Soir, a editora franco-belga Casterman recebeu autorização da administração do espólio de Hergé para publicar um novo álbum de Tintim. Mas só em 2052, daqui a 39 anos.

tintim

None

Apesar de parecer surreal, a notícia é séria. Em 2053, quando completarem-se 70 anos da morte de Hergé, Tintim entrará em domínio público. A Moulinsart (empresa que administra as HQs de Hergé) e a Casterman combinaram que, um ano antes, vão lançar o álbum inédito para cumprir sua missão de "proteger e promover" a obra.

Por ser um dos personagens mais famosos do mundo, assim que entrar em domínio público Tintim deve ganhar dezenas de obras - em quadrinhos ou outras mídias - por qualquer um que queira usar o personagem. A ideia dos editores é estabelecer um parâmetro logo antes que isso aconteça. E como os 24 álbuns de Tintim - todos de autoria de Hergé - vendem bem até hoje, não há por que apressar o plano.

A reportagem também revela que em 2014 sai um livro sobre Os Cigarros do Faraó, comemorando 80 anos da primeira obra de Tintim pela Casterman, e que há planos para transformar outra criação de Hergé, os irmãos aventureiros Jo e Zette, em filme ou longa de animação.

Leia mais sobre Tintim