HQ/Livros

Artigo

Superman: A evolução do uniforme

As mudanças do visual mais icônico de todos os super-heróis

Fábio Yabu
18.04.2013
00h00
Atualizada em
21.09.2014
13h20
Atualizada em 21.09.2014 às 13h20

Não foram só os poderes do Superman que evoluíram em quase sete décadas de aventuras. Seu uniforme, o primeiro entre os super-heróis, sofreu dezenas de alterações, e nem mesmo sua famosa capa foi poupada.

Quando surgiu, em 1938, o herói já usava as patrióticas cores vermelho e azul, e o "S" de seu peito era bem simples, envolto num escudo amarelo. Suas botas também eram diferentes, e tinham um quê circence. A evolução foi rápida, e já em 1939, as botas eram bem parecidas com as que conhecemos hoje e o "S" havia aumentado de tamanho, agora envolto num triângulo. Em 1941, com o lançamento do primeiro desenho animado do herói (famosíssimo devido à qualidade técnica para a época), o emblema tinha um contorno amarelo e fundo preto, e era de dimensões um pouco mais discretas. Essa versão influenciou também a famosa série live-action de 1953 estrelada por George Reeves.

A partir do final da década de 40, a evolução passou a ser mais lenta, ficando limitada ao estilo pessoal de cada artista. As proporções do "S" e da capa às vezes mudavam, mas nenhuma alteração radical foi feita até os anos 90, notadamente uma época conturbada para os quadrinhos e especialmente para o Superman. Com o surgimento da editora Image, um novo peso-pesado nos quadrinhos americanos e o declínio nas vendas de seus gibis, o azulão comeu o pão que o diabo amassou: morreu, ressuscitou usando uma roupa preta e penteado estilo mullets, ficou com a pele azul (!), adotou novos poderes e um polêmico uniforme azul e branco, sem capa. Pouco depois, os editores perceberam que em time que estava ganhando não deveria haver mudanças. O Homem de Aço deixou a pele azul de lado, colocou novamente a cueca por cima da calça e vestiu sua capa vermelha para vigiar os céus de Metrópolis. Durante um breve período trocou o amarelo do "S" por preto, em luto. O visual foi inspirado na série Reino do Amanhã, ilustrada por Alex Ross.

E se você pensa que parou por aí, está muito enganado: o diretor de Superman - O Retorno, Bryan Singer, trocou o vermelho por um vinho mais sóbrio e diminuiu o "S" do peito (remetendo ao visual da década de 50), que também foi replicado no cinto.

A seguir, com o reinício do universo DC nos quadrinhos, o herói ganhou duas versões. A primeira, mostrando-o mais jovem, veste calça jeans, camiseta curta e botas comuns. A outra, com o herói adulto, deixa de lado o visual "colante" com um apelo de armadura leve. O logo em relevo, cinto estilizado e costuras/reforços aparentes, porém, são mudanças pequenas perante a maior delas: a cueca vermelha desapareceu. Visual muito parecido com esse foi o utilizado para o filme O Homem de Aço, com Henry Cavill.


A primeira versão (1938)


O primeiro desenho animado (1941)


O Superman nos anos 1950


George Reeves (1953)


O Superman nos anos 1960


Na década de 1970


Christopher Reeve (1978)


Reformulado por John Byrne (1986)


Uniforme negro em "O retorno"
Início da década de 1990


Chega o mullet
Início da década de 1990


Reino do Amanhã (1996)


Surge o Superman elétrico
(1997)


Superman: Paz na Terra (1999)


O visual moderno


O esquema de cores do novo filme

Action Comics 1 18Jul2011
O jovem Superman, dos Novos 52

Superman 1 18Jul2011
A cueca desaparecida da versão adulta, dos Novos 52

Superman Homem de Aco Kellogs
O Homem de Aço, 2013