HQ/Livros

Notícia

Revista destaca cinco desenhistas brasileiros em ascensão nas HQs dos EUA

Rafael Albuquerque, Gabriel Bá, Fábio Moon, Eddy Barrows e Rafael Grampá estão entre os 25

Érico Assis
01.04.2009
00h00
Atualizada em
21.09.2014
13h46
Atualizada em 21.09.2014 às 13h46

A edição 211 da revista Wizard, lançada na semana passada nos EUA, destacou 25 novos talentosos desenhistas que são, como diz o título da matéria, as "estrelas em ascensão" do mercado dos EUA. Até aí nenhuma novidade, pois a revista faz isso todo ano. O destaque desta vez é que cinco dos desenhistas são brasileiros.

Rafael Albuquerque, Gabriel Bá, Fábio Moon, Eddy Barrows e Rafael Grampá ganharam menções especiais na lista, com rápidas notas biográficas e sugestões da Wizard para novos projetos em que poderiam ser aproveitados.

Albuquerque, segundo a revista, deveria estar fazendo uma série do Flash, devido à sua habilidade de desenhar crianças (o personagem tem filhos heróis) demonstrada em Superman/Batman. Bá, pelo que mostrou em Umbrella Academy, merecia uma chance com Hellboy, enquanto seu irmão Moon (Casanova) deveria fazer uma história de Conan.

Já para Grampá, que foi destaque tanto no Brasil quanto nos EUA com Mesmo Delivery, a Wizard recomenda uma história de Wolverine assim que possível. E Eddy Barrows, que está desenhando a nova fase de Action Comics (com heróis kryptonianos substituindo Superman), poderia fazer uma série só com Krypto, o supercão.

Chama atenção na lista que menos da metade dos desenhistas é estadunidense. Há espanhóis (Daniel Acuña, Marcos Martín, Guillem March, Rafa Sandoval), italiano (Stefano Caselli), alemão (Marko Djurdjevic, de ascendência sérvia), porto-riquenho (Kenneth Rocafort), croata (Stjepan Sejic), filipino (Philip Tan) e até outro sul-americano, o chileno Gabriel Rodríguez.

Mesmo Delivery

None