HQ/Livros

Notícia

Principal prêmio de quadrinhos europeu anuncia seus vencedores

Pascal Brutal, de Riad Sattouf, leva o Fauve d'Or de Angouleme

Érico Assis
02.02.2010
00h00
Atualizada em
14.12.2016
23h01
Atualizada em 14.12.2016 às 23h01

Pascal Brutal: Plus Dort que le Forts foi o principal premiado do Festival International de la Bande Dessinee d'Angoulême no último fim de semana. O álbum cômico-futurista de Riad Sattouf levou o Fauve d'Or, prêmio máximo sugerido pelo júri do festival.

É o coroamento de um ano de sucesso para Sattouf, que tem pouco mais de dez anos de carreira e estreou também no cinema francês em 2009, como roteirista e diretor, com o filme Les Beaux Grosses.

Alpha Directions

None

Pascal Brutal

None

Os outros premiados são:

  • Prêmio do Público: Paul à Quebec, Michel Rabagliatti
  • Prêmio Especial do Júri: Dungeon Quest, Joe Daly
  • Prêmio de série: Jerome K Jerome, Alain Dodier
  • Prêmio Intergerações: Messire Guillaume L'Esprit Perdu, Mathieu Bonhomme e Gwen Bonneval
  • Prêmio Olhares sobre o Mundo: Rébétiko, David Prudhomme
  • Prêmio de Audácia: Alpha... Directions, Jens Harder
  • Prêmio Revelação: Rosalie Blum v.3, Camille Jourdy
  • Prêmio de Patrimônio: Paracuellos, Carlos Gimenez
  • Prêmio Infanto-Juvenil: Lou v. 5, Julien Neel
  • Prêmio da HQ alternativa: Special Comics n.3 (China)

Nenhum dos álbuns, nem autores, foi publicado no Brasil até o momento. O mais próximo disso é Jens Harder, alemão que participou do 6º Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte, em 2009. Seu Alpha... Directions leva o prêmio de audácia por motivos claros: são 350 páginas dedicados a contar 14 bilhões de formação do universo, até o surgimento do homem.

Leia mais sobre Angouleme

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.