HQ/Livros

Notícia

O Eternauta | Clássico dos quadrinhos argentinos é lançado no Brasil

Edição reúne toda a primeira fase da história

Érico Assis
18.01.2012
14h12
Atualizada em
22.11.2016
11h11
Atualizada em 22.11.2016 às 11h11

Após mais de 50 anos, um dos personagens mais importantes dos quadrinhos argentinos vai ser publicado no Brasil. O Eternauta, criação de Héctor German Oesterheld e Francisco Solano López, ganha edição completa da primeira fase da tira, publicada entre 1957 e 1959.

O Eternauta

None

A HQ sci-fi começa com uma invasão alienígena à Terra, que mata quase toda a cidade de Buenos Aires. Juan Salvo e seus amigos conseguem proteger-se e lutam contra os invasores. Mas a história só começa mesmo quando eles conseguem tomar uma das naves alien e acidentalmente acionam um mecanismo de viagem temporal - deixando-os perdidos por diferentes continuums temporais, um buscando o outro.

Além de ter várias versões ao longo das décadas - incluindo uma de Oesterheld que destacava sua orientação política contra a ditadura argentina, na década de 70, e outra só de Solano López, concluída em 2010 -, esta primeira fase é considerada a mais importante. E é a que ganharia versão cinematográfica, produção que no momento está parada.

A edição é da Martins Fontes, que promete a publicação há alguns anos. O álbum tem 360 páginas e custa R$ 69,80.