HQ/Livros

Notícia

Nova história da Liga Extraordinária de Alan Moore sai em abril

Century mostra a equipe contra o Anti-Cristo

Érico Assis
04.02.2009
00h00
Atualizada em
10.01.2017
23h07
Atualizada em 10.01.2017 às 23h07

Anunciado no início de 2007, o novo capítulo das aventuras da Liga Extraordinária de Alan Moore e Kevin O'Neill finalmente vai sair nos EUA. O lançamento do primeiro volume de The League of Extraordinary Gentlemen: Century está confirmado para abril.

Será a primeira graphic novel da Liga publicada pela editora Top Shelf, para a qual Moore decidiu levar sua criação após a última briga com a DC Comics. A editora publicará Century em três volumes - o primeiro em abril e o segundo em outubro; o terceiro ainda não tem previsão.

A história mostra a Liga no século XX, enfrentando nada menos que o Anti-Cristo. Cada volume se passa em um ano especifico: 1910, 1969 e 2008. Confira as descrições dos dois primeiros, fornecidas pela Top Shelf:

"O Capítulo Um tem como pano de fundo a Londres de 1910, doze anos após a invasão marciana e nove anos depois que a Inglaterra levou um homem à Lua. Nas entranhas do British Museum, Carnacki, o caçador de fantasmas, é atacado por visões de uma seita oculta que está tentando criar o que chamam de Moonchild, enquanto nas docas de Londres o mais famoso serial killer do século anterior está de volta para continuar seu horrendo serviço. Trabalhando para a Inteligência Britânica de Mycroft Holmes ao lado de um Allan Quartermain rejuvenescido, do ex-ladrão Anthony Raffles e do guerreiro imortal Orlando, Miss Murray é tragada por uma ópera brutal às margens do Tâmisa por personagens que incluem a furiosa Pirata Jenny e o carismático açougueiro conhecido como Mac the Knife."

"O Capítulo Dois se passa quase sessenta anos depois, no transe psicodélico da 'Swinging London' de 1968, um lugar onde a Tadukic Acid Diethylamide 26 é a droga da hora, e onde diferentes submundos começam a sobrepor-se perigosamente, acompanhados por sit-ins e cítaras. Os chefões da máfia do East End londrino entram em contato com o underground contracultural do flower-power místico e sedado, dos popstars amorais à beira da desintegração psicológica e com um gosto pelo Satanismo. Alertada para a ameaça da mesma seita que ela e seus colegas investigaram em 1910, uma moderna Miss Murray e sua minguada liga de camaradas tentam navegar pela perigosa subcultura criminosa de Londres, bem como pelo mundo crepuscular dos ocultistas. Começando a sofrer as pressões do século XX e o peso de suas próprias vidas imortais, Mina e seus companheiros devem impedir a criação do Moonchild, que pode tornar-se o Anti-Cristo."

Confira as capas dos dois volumes na galeria.

Leia mais sobre a Liga Extraordinária

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.