HQ/Livros

Notícia

Kim Thompson, editor e tradutor de quadrinhos, morre aos 56 anos

Thompson era um dos cabeças da Fantagraphics há 36 anos

Érico Assis
21.06.2013
13h50
Atualizada em
15.01.2017
02h03
Atualizada em 15.01.2017 às 02h03

Kim Thompson, editor da Fantagraphics quase desde o início da editora alternativa e um dos principais responsáveis por trazer quadrinhos europeus aos EUA, morreu nesta quarta-feira, dia 19. Tinha 56 anos e havia diagnosticado em fevereiro um câncer de pulmão.

kimthompson

None

Como relata o obituário no site da Fantagraphics, Thompson entrou na editora pouco mais de um ano após Gary Groth e Mike Catron fundarem o fanzine Comics Journal, de 1976. Catron saiu da empresa, Thompson virou sócio de Groth e os dois comandaram a editora desde então. Nos anos 80, além de fanzines, começaram a editar HQs como Love & Rockets. A partir daí, a Fantagraphics lançou autores como Dan Clowes, Chris Ware, Joe Sacco, Stan Sakai e dezenas de outros.

Dinamarquês de nascença, de pai norte-americano, Thompson veio para os EUA com 21 anos. Ainda nos primeiros anos da Fantagraphics, investiu em trazer quadrinhos europeus para os EUA. Foi editor e tradutor de HQs francesas, espanholas, norueguesas, italianas e de outros idiomas. Entre seus trabalhos recentes como tradutor estava parte da coleção de luxo de Milo Manara que vem saindo por lá (pela editora Dark Horse).

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.