HQ/Livros

Artigo

<i>Desvendando os quadrinhos</i>

<i>Desvendando os quadrinhos</i>

Érico Assis
20.12.2004
00h00
Atualizada em
20.05.2017
04h00
Atualizada em 20.05.2017 às 04h00
Desvendando os quadrinhos
Scott McCLoud - M. Books
 
5 ovos
A M.Books está finalmente trazendo de volta às livrarias Desvendando os Quadrinhos, de Scott McCloud. A leitura é obrigatória para qualquer roteirista, desenhista, leitor ou mesmo para qualquer um que já tenha se divertido com um bom gibi.

O relançamento chega em comemoração aos 10 anos da primeira edição da obra no Brasil. A edição original, publicada pela editora Kitchen Sink, saiu nos Estados Unidos em 1993. Desde então, tornou-se referência fundamental não só para quem gosta de quadrinhos, mas também para roteiristas de cinema e TV, sendo encontrada, inclusive, nos currículos dos melhores cursos universitários de animação.

O livro é uma aula extremamente clara sobre a linguagem das HQs. E com direito a uma brincadeira metalingüística: é também uma história em quadrinhos! McCloud retrata-se como o personagem que vai explicando como um gibi funciona com base em estudos da linguagem, teorias da comunicação e da arte, além de seu profundo conhecimento da história da nona arte e uma grande paixão pela mídia.

O autor propõe respostas inovadoras para velhas questões: Como funciona o tempo nas HQs? Qual é a influência dos diferentes estilos de desenho? Qual a função das cores? Em sua elocubração máxima, McCloud chega a apresentar uma teoria matemática da narrativa, com base nos tipos de transição quadro a quadro!

Depois desse livro, você nunca vai ler um gibi como antes.

Scott McCloud publicou sua série própria, Zot!, na década de 80. Zot! era uma história de super-heróis cheia de invenções narrativas e experimentos com a linguagem das HQs. Ele também já escreveu a série Superman Adventures (adaptações do desenho animado do herói), está prestes a lançar uma graphic novel do Homem-de-Aço e faz muitas experiências com webcomics em seu site pessoal (www.scottmccloud.com).

Há também uma "continuação" de Desvendando os Quadrinhos, publicada em 2000 e ainda inédita no Brasil, chamada Reiventing Comics (Reinventando os Quadrinhos). No novo livro, McCloud defende que toda a indústria deve se reinventar, abrindo espaço para a diversificação de gêneros e se adaptar à era da Internet, almejando grandes objetivos, como alcançar públicos variados e se tornar uma arte respeitada.

Alguns de seus mandamentos vêm sendo seguidos. Nos últimos dois anos, o mercado de quadrinhos está crescendo nos Estados Unidos como um fenômeno cult, com álbuns gráficos ganhando bom espaço nas livrarias. Além disso, os analistas da área prevêem uma revitalização crescente dos quadrinhos, agora como obras de arte respeitadas e admiradas, até o final da década. Exatamente como McCloud gostaria que fossem.