HQ/Livros

Notícia

Editora Conrad diz que mangás não estão cancelados - e retoma série francesa

Com o terceiro volume, publicação de O Fotógrafo enfim chega ao fim

Érico Assis
12.06.2010
00h00
Atualizada em
11.01.2017
08h01
Atualizada em 11.01.2017 às 08h01

A editora Conrad, em conversa com o Omelete, afirmou que sua linha de mangás, interrompida desde o início do ano passado - com várias séries ainda sem conclusão - pode retornar em breve. Os mangás estão "temporariamente interrompidos por motivos contratuais", mas tudo depende de renegociações com os editores originais.

"A Conrad, em respeito a seus leitores, está em processo de renegociação com os japoneses para que estas séries voltem a ser publicadas o mais rápido possível", afirma Luis Fernando Guidi, assessor de imprensa da IBEP/Companhia Editora Nacional, que comprou a Conrad em 2009. "O problema é que os detentores dos direitos são um pouco difíceis de negociar, mas em breve esperamos ter novidades sobre as séries. Estamos empenhados nisso."

fotografo vol 3

None

O assessor ainda disse que todas as notícias de que os mangás estariam cancelados são "totalmente extra-oficiais".

A última publicação de mangás em série foi em março de 2009, quando saíram volumes de Bambi, Nausicaä e Dragon Ball: Edição Definitiva - todas ainda não concluídas. Na mesma situação estão Delivery Service of Corpse, Fushigi Yugi, Monster, Neon Genesis Evangelion, Sanctuary, Blade: A Lâmina do Imortal, Battle Royale, Vagabond e Cavaleiros do Zodíaco. Neste meio tempo, a editora investiu numa linha de manhwas.

Saindo dos mangás, a editora deu um sinal positivo esta semana ao anunciar a publicação de O Fotógrafo, vol. 3, dos franceses Didier Lefèvre, Emmanuel Guibert e Frédéric Lemercier. É a conclusão da premiada coleção. Foi esse volume que ganhou um dos prêmios "Essentiels" do Festival d'Angoulême em 2007.

O volume 2 havia sido publicado pela Conrad no início de 2008. O terceiro álbum sai no começo de julho e custará R$ 46.