HQ/Livros

Notícia

DC revela novas equipes criativas de Superman e Batman

DC revela novas equipes criativas de Superman e Batman

Marcus Vinícius de Medeiros
06.02.2006
01h00
Atualizada em
15.11.2016
02h01
Atualizada em 15.11.2016 às 02h01

O Super-Homem de Carlos Pacheco
O Universo DC vive atualmente um momento de grande incerteza. Sobretudo, impera a dúvida sobre o papel dos super-heróis em decorrência da minissérie Crise de Identidade, escrita pelo romancista Brad Meltzer, cujas ramificações atingem o ápice no evento Infinite Crisis (Crise Infinita), de Geoff Johns e Phil Jimenez. As opiniões se dividem, pois de um lado temos idealistas que acreditam no super-herói que inspira através de seus atos de coragem e pureza de propósito, enquanto outros preferem a onda de fraqueza moral que aproximaria os personagens de nossa realidade. As equipes criativas anunciadas pela DC Comics para seus títulos pós-Infinite Crisis apostam na diversidade. Meltzer foi escalado para relançar Justice League of América. Por outro lado, teremos Kurt Busiek e Carlos Pacheco em Superman, e Paul Dini e Rags Morales em Batman: Detective Comics. Ambos estarão nos títulos por pelo menos 12 edições.

Busiek enquadra-se na categoria dos idealistas, com grande respeito pela mitologia e tradição dos grandes ícones dos quadrinhos. Embora seja mais conhecido pela suas contribuições à Marvel Comics, tais como a minissérie Marvels, sua fase nos Vingadores e a criação dos Thunderbolts, além de seu título de direitos autorais próprios, Astro City, teve grandes obras de destaque na DC, em especial Superman: Identidade Secreta. Segundo Busiek, o convite para escrever o Homem de Aço partiu do próprio desenhista Carlos Pacheco, seu colaborador em Arrowsmith e Vingadores Eternamente, e que as idéias foram fluindo a partir de contatos com Alex Ross e Dan Didio.

Em entrevista ao site Newsarama, o escritor comentou suas intenções para o título. "Novos vilões. Vilões recorrentes. Um novo papel para Lana lang. A Queda de Camelot. O espaço sideral. Novos reinos a serem conquistados por um certo gênio do crime careca. Amigos do passado, ameaças enterradas há décadas. O blues de Jimmy Olsen. Krypto. O problema de Smallville. A Polícia Científica. O Golem Galáctico. O Objeto mais estranho no universo. Quando ele era um garoto. Um dia que pode ou não acontecer. A carreira de Peter Ross após a Casa Branca. Turistas viajantes do tempo e gorilas de classe baixa. Dois novos heróis com base em Metrópolis, por diferentes razões. Brainiac. Omni-fi. O verdadeiro lar do Super-Homem. Romance, ação, mistério, suspense, ficção científica, magia, e uma torta na cara. Só pra começar". Tem como ser fã do Super-Homem e não ficar ansioso diante de tudo isso?

Do Homem de Aço para o Cavaleiro das Trevas, temos Paul Dini e Rags Morales apresentando sua visão pessoal do herói em Detective Comics. Dini trabalhou na série animada do Morcego na década de 1990, na qual inroduziu a vilã Arlequina, e posteriormente ao lado de Alex Ross na série de especiais em formato tablóide da DC Comics. Além disso, criou sua própria personagem Jingle Belle e tem participação na telessérie Lost. Seu propósito em Detective Comics é resgatar o aspecto investigador do defensor de Gotham City, com um novo mistério a ser investigado a cada edição. De acordo com o editor Dan Didio, teremos "a remodelagem de Batman seguindo sua interpretação clássica, com um toque que o deixe renovado e diferente".