HQ/Livros

Notícia

DC revela mais sobre evento com Liga da Justiça após final de minissérie

Final de Justice League: Cry for Justice coloca os holofotes sobre Arqueiro Verde

Érico Assis
08.03.2010
12h00
Atualizada em
19.11.2016
14h01
Atualizada em 19.11.2016 às 14h01

A DC Comics deu mais detalhes de Justice League: Rise and Fall, evento envolvendo a Liga da Justiça em vários especiais que começa este mês nos EUA. O evento tem relação direta com a minissérie Justice League: Cry for Justice, recentemente concluída.

Spoilers no parágrafo seguinte. Pule para o próximo se quiser evitar.

Green Arrow #31

None
Green Arrow #31

Ao final de Cry for Justice, o plano do vilão Prometeu resultou em: (1) Roy Harper, Arsenal, perde um braço; (2) a filha deste, Liam, de cinco anos, é morta; (3) Star City, a cidade de Arqueiro Verde, é praticamente destruída, com 90 mil mortos. Nas últimas páginas, o Arqueiro encontra o covil secreto do vilão e lhe solta uma flecha bem na testa. Confira na galeria.

É o começo de um período negro para Oliver Queen, que vai passar pelo especial Justice League: Rise and Fall (por J.T. Krul, Mike Mayhew, Diogenes Neves e Fabrizio Fiorentino) e pela série mensal do personagem (por Krul e Federico Dallocchio) - veja a capa da edição 31 ao lado.

No fim deste mês, também começa a minissérie Justice League: The Rise of Arsenal (por J.T. Krul e Geraldo Borges). Nela, o personagem sem braço começa a recuperar sua vida e carreira heróica. O evento também chegará à série mensal da Liga da Justiça a partir da edição 43.

Voltando a Cry for Justice, a minissérie que gerou toda a saga, correm pela Internet críticas sobre a ruindade total da história de James Robinson, que, segundo rumores, foi reescrita por diversos editores sob supervisão do editor-chefe Dan DiDio.

A edição "tem como destino certo tornar-se um marco na era Dan Didio na DC. Embora o pêndulo tenha balançado para os dois lados nos últimos cinco anos, a predileção pelas mortes, destruição e carnificinas sem sentido do regime DiDio nunca ficaram mais evidentes do que aqui", diz o crítico George Marston, do Newsarama. Para o blog MightyGodKing, "Cry for Justice é o maior concorrente a pior gibi da década, e estamos nela há apenas três meses".