HQ/Livros

Artigo

Aqui Dentro

Os lançamentos de HQs no Brasil

A cozinha
20.12.2005
01h00
Atualizada em
26.11.2016
23h02
Atualizada em 26.11.2016 às 23h02
Tom Strong
Alan Moore - Editora Devir
4 ovos
Sandman: Terra dos sonhos
Neil Gaiman - Conrad
5 ovos
Ex Machina
Brian K. Vaughn - Panini
4 ovos
Mestres Disney 6
Romano Scarpa - Abril
4 ovos
Na coluna irmã da LÁ FORA, o Omelete mergulha nas bancas e livrarias para comentar os principais lançamentos recentes. Nesta edição: Sandman: Terra dos Sonhos, Ex Machina, Minha vida, Mestres Disney e Tom Strong.

Tom Strong: Um século de aventuras
Por Érico Borgo

Demorou, mas finalmente chegou às lojas especializadas em quadrinhos e livrarias Tom Strong: Um século de aventuras!

A edição - no bom padrão gráfico dos recentes lançamentos da Devir - reúne as primeiras aventuras do herói criado em 1999 pelo roteirista Alan Moore (A Liga extraordinária, V de vingança) para o selo America’s Best Comics da Wildstorm/DC. Com o herói, Moore presta homenagem ao gênero pulp das primeiras décadas do século 20, com seus ícones invencíveis como Doc Savage, Tarzan e Zorro.

Nas histórias, o aventureiro e cientista Tom Strong - que cresceu num ambiente controlado, privado do contato humano, para desenvolver superforça e resistência - comanda uma família igualmente imbatível. A sua esposa Dhalua (filha de um poderoso chefe tribal), sua filha Tesla, o gorila falante Rei Salomão e o robô Pneuman ajudam-no a derrotar ameaças do passado, presente e futuro. A narrativa, igualmente retrô, deixa de lado intelectualismos para se concentrar na boa e velha ação ininterrupta.

A galeria de vilões também é digna de nota. São tipos como um gênio que vive enganando a própria morte, Astecas de uma dimensão paralela na qual eles nunca foram derrotados pelos espanhóis, o monstro Pangea e outros oponentes igualmente interessantes.

Tom Strong. Roteiro: Alan Moore. Desenhos: Chris Sprouse. Editora: Devir. Formato americano. 208 páginas coloridas. 45 reais.

Sandman: Terra dos sonhos
Por Érico Borgo

Não me canso de comentar esses incríveis lançamentos da Conrad, as belíssimas edições especiais de Sandman.

Sandman: Terra dos Sonhos, o terceiro volume da coleção, reúne as edições de número 17 a 20 da aclamada criação de Neil Gaiman.

As quatro histórias aqui apresentadas são um verdadeiro divisor de águas da série. "Calliope", "Um sonho de mil gatos", "Sonho de uma noite de verão" e "Fachada" não têm qualquer ligação a não ser o tema recorrente da obra: os sonhos. Nelas, o protagonista da HQ mal aparece.

"Calliope" mostra um escritor buscando seu segundo sucesso. Para tanto, recorre de forma traiçoeira a uma das musas gregas. "Um sonho de mil gatos", contada através da perspectiva de um gato - uma das paixões de Gaiman - conta como um desses felinos descobre a verdadeira natureza de sua espécie... e sonha em alterá-la. "Sonho de uma noite de verão", ilustrada pelo sensacional Charles Vess e ganhadora de diversos prêmios literários, coloca a trupe de William Shakespeare apresentando pela primeira vez a famosa peça para uma platéia um tanto exótica. A última, "Fachada", toma uma personagem obscura da DC, uma integrante da Patrulha do Destino, e a observa na intimidade, exaltando seus desesperos e angústias.

O álbum tem apenas quatro histórias, mas traz material adicional fantástico: um roteiro original de Neil Gaiman (até os erros de digitação foram respeitados) com anotações do escritor para a história "Calliope" e um glossário com notas.

E é bom aproveitar... o quarto volume - Estação das Brumas - será lançado só em abril de 2006.

Sandman: Dream Country. Roteiro: Neil Gaiman. Desenhos: Kelly Jones, Charles Vess, Colleen Doran, Malcolm Jones III. Editora: Conrad. Formato americano. 180 páginas coloridas. 47,90 reais.

Ex Machina - Estado de emergência
Por Érico Borgo

Escrito por Brian K. Vaughan (Y: The Last Man) e ilustrado pelo excelente Tony Harris (Starman), o gibi Ex Machina chegou às bancas brasileiras em edição especial pela Panini.

A HQ traz o primeiro arco de histórias do gibi norte-americano vencedor do prêmio Eisner (Melhor nova série e Melhor roteirista). São cinco histórias que contam como Mitchell Hundred, o único super-herói do planeta, tornou-se prefeito de Nova York, depois de abandonar a polêmica carreira de vigilante do crime.

O poder de Hundred, outrora conhecido como Grande Máquina, é a habilidade de "falar" com aparelhos diversos. Tal habilidade, porém, é praticamente inútil na administração de uma cidade como Nova York. A trama é uma espécie de The West Wing com elementos do mundo dos super-heróis. Tal mistura é excepcionalmente boa, uma das histórias mais interessantes dos últimos anos. Só o último quadrinho da primeira parte já vale a compra.

A HQ traz ainda um glossário e o making-of das páginas de Harris, com as referências fotográficas que ele utilizou no desenvolvimento da arte.

Ex Machina. Roteiro: Brian K. Vaughn. Desenhos: Tony Harris. Editora: Panini Comics. Formato americano. 148 páginas coloridas. 19,90 reais.

Mestres Disney 6
Por Roberto Elísio dos Santos

Um dos países que mais produz quadrinhos protagonizados por personagens Disney é a Itália. Artistas italianos - assim como os ingleses - foram pioneiros na década de 1930 na realização dessas histórias fora dos Estados Unidos. Inicialmente, as narrativas italianas eram realizadas sem a autorização do Estúdio Disney. Mas, a partir de 1933, o editor Arnoldo Mondadori passou a publicar o jornalzinho Topolino (que editava as tiras de Mickey elaboradas por Floyd Gottfredson), e o artista Federico Pedrocchi ficou responsável pela publicação.

Em 1938, com a proibição por parte do regime fascista da importação de quadrinhos norte-americanos, Pedrocchi começou a criar histórias inéditas protagonizadas por Pato Donald, Clarabela e Branca de Neve. Mas a morte do artista, em 1945, vítima de um bombardeio, interrompeu essa produção.

Após a Segunda Guerra Mundial, Mondadori relançou o título, que se tornou uma revista no formato de livro em 1949, contando com histórias escritas por Guido Martina e desenhadas por Angelo Bioletto, autores das Grandes Paródias, em que clássicos da literatura (como A Divina Comédia e Dom Quixote) são adaptados para os quadrinhos protagonizados pelos personagens Disney.

À segunda geração de artistas italianos juntou-se, no início da década de 1950, Romano Scarpa, artista nascido em Veneza e que havia se dedicado ao cinema de animação após freqüentar o Liceu Artístico e a Academia de Belas Artes de Veneza.

Influenciado pelos quadrinhistas norte-americanos Floyd Gottfredson e Carl Barks, Scarpa desenvolveu seu estilo gráfico próprio (hoje identificado como o desenho característico do quadrinho Disney italiano) e criou novos personagens, a exemplo da pata Brigite, apaixonada pelo sovina Tio Patinhas, e a adolescente Pata Iéié, que, na década de 1980 se tornou a Pata Lee nas histórias feitas no Brasil. Autor de longas histórias de aventura envolvendo os membros da Família Pato e de narrativas de suspense estreladas por Mickey, o artista teve como assistente e arte-finalista outro grande talento das artes seqüenciais da Europa, o desenhista Giorgio Cavazzano.

Scarpa, falecido em abril deste ano, foi o quadrinhista escolhido para a sexta edição da coleção Mestres Disney, que chegou às bancas em setembro. Além da biografia do artista, o leitor encontra as histórias inéditas "Um seqüestro mirabolante" (a primeira escrita e desenhada por Scarpa e na qual ele apresenta o irmão jornalista de Tio Patinhas, o Tio Gedeão), de 1956, e "O último Balabu" (que marca a estréia de Brigite), de 1960, três republicações (entre elas "A fórmula S", de 1978, em que Mickey contracena com Amadeu Júnior e enfrenta Tudinha, a namorada do vilão João Bafo-de-Onça, e o cientista malvado Algatone, todos criados pelo artista), curiosidades e a galeria de personagens idealizados pelo desenhista italiano.

Esta edição é uma oportunidade de conhecer ou rever um pouco da obra de Romano Scarpa, reconhecidamente um dos grandes artistas Disney dos quadrinhos.

Roberto Elísio dos Santos é pesquisador sênior do Núcleo de Pesquisas de Histórias em Quadrinhos da ECA-USP, jornalista, com pós-doutorado em Comunicação pela ECA-USP, professor da Universidade IMES e autor do livro Para reler os quadrinhos Disney (Editora Paulinas).

Mestres Disney 6. Roteiro e desenhos: Romano Scarpa. Editora: Abril. Formato americano. 164 páginas coloridas. 14,95 reais.