Coringa empata com Poderoso Chefão ao ganhar Oscar por personagem repetido

Filmes

Notícia

Coringa empata com Poderoso Chefão ao ganhar Oscar por personagem repetido

Joaquin Phoenix vence pelo mesmo papel que Heath Ledger, em Batman: O Cavaleiro das Trevas

Julia Sabbaga
10.02.2020
11h21

Premiado com o Oscar de Melhor Ator na noite de ontem (9) por Coringa, Joaquin Phoenix se tornou o segundo ator da história a receber o Oscar por um personagem que já recebeu o prêmio anteriormente. Phoenix é o segundo Coringa a ganhar a estatueta, após Heath Ledger ter ganho como Melhor Ator Coadjuvante por seu trabalho em Batman: O Cavaleiro das Trevas, em 2009. 

O mesmo feito foi realizado apenas uma vez na história, com Marlon Brando e Robert De Niro, que interpretaram Vito Corleone em O Poderoso Chefão e O Poderoso Chefão II, respectivamente. Enquanto Brando venceu como Melhor Ator em 1973, De Niro saiu vitorioso como Melhor Ator Coadjuvante em 1975. 

Phoenix disputava com Jonathan Price (Dois Papas), Adam Driver (História de um Casamento), Leonardo DiCaprio (Era Uma Vez… em Hollywood) e Antonio Banderas (Dor e Glória).

Dirigido por Todd Phillips, a produção narra a história de origem do icônico vilão do Batman, mas com pouca relação com qualquer uma das várias origens que o arqui-inimigo do Batman teve nas HQs e nas telas. Aqui, Arthur Fleck é um homem lutando para se integrar à sociedade despedaçada de Gotham.

Coringa fez história como o filme baseado em HQs com maior número de indicações no Oscar. Além disso, arrecadando mais de US$ 1 bilhão na bilheteria mundial, o longa ultrapassou os filmes do Deadpool e se tornou o longa para maiores mais lucrativo da história.

A 92ª edição do Oscar aconteceu neste domingo (9) em Los Angeles e Parasita foi o grande vencedor com quatro prêmios, incluindo o de Melhor Filme - veja a lista completa de vencedores. A cobertura completa você confere no Omelete: no site, nas redes sociais (TwitterInstagram e Facebook) e no Youtube.