Oscar 2019 | Mãe critica indicação de curta que narra morte de seu filho

Créditos da imagem: Divulgação/Twelve Media

Filmes

Notícia

Oscar 2019 | Mãe critica indicação de curta que narra morte de seu filho

Detainment conta a história de um assassinato ocorrido nos anos 1990

Gabriel Avila
24.01.2019
12h54
Atualizada em
24.01.2019
15h02
Atualizada em 24.01.2019 às 15h02

A indicação do curta-metragem Detainment, que narra o assassinato de James Bulger em 1993, foi alvo de críticas da família do garoto, que tinha dois anos na época do crime. No Twitter, a mãe de James, Denise Fergus, demonstrou seu incômodo com o reconhecimento da Academia:

“Não consigo expressar o quão enojada e irada estou pelo fato de que esse filme foi feito e agora foi indicado ao Oscar. Uma coisa é fazer um filme desses sem entrar em contato ou pedir permissão para a família de James, outra é ter uma criança reencenando as últimas horas da vida dele antes de ser brutalmente assassinado e fazer com que eu e minha família tenhamos que reviver isso tudo!", escreveu. Na publicação, Denise ainda cita a petição online assinada por mais de 90 mil pessoas para que a premiação removesse Detainment da lista de indicados. 

O filme foi realizado sem a aprovação ou participação da família de James, tendo como base os interrogatórios dos assassinos Robert Thompson e Jon Venables, que tinham dez anos na época. O diretor Vincent Lambe já havia se desculpado com a família e se disposto a doar o valor arrecadado pela produção para a James Bulger Memorial Trust, fundação beneficente criada para ajudar vítimas de violência e bullying.