Música

Artigo

Oscar 2018 | Conheça os indicados na categoria Melhor Canção Original

Lista traz animação da Pixar, musical O Rei do Show e mais

Julia Sabbaga
26.02.2018
17h06
Atualizada em
29.06.2018
02h43
Atualizada em 29.06.2018 às 02h43

A 90ª edição do Oscar está chegando e preparamos um especial explicando cada categoria do prêmio. Abaixo detalhamos o prêmios de Melhores Canções Originais:

MELHORES CANÇÕES ORIGINAIS

O Oscar de melhor canção original foi inaugurado na sétima cerimônia da Academia, em 1934, mas só se tornou exclusiva para canções originais, feitas para filmes, em 1941. São descritas como elegíveis, músicas que servem como componentes originais dramáticos da trilha, e que tenham sido compostos especificamente para o filme. A regra é motivo principal pelo qual, quando se fazem adaptações de musicais de teatro para às telas, geralmente uma música nova, ao menos, é incluída na trama.

De 1941 a 1946, diversas músicas poderiam ser indicadas na categoria, sendo que em 1945, 14 músicas entraram na lista. Depois de limitações impostas, geralmente cinco músicas eram indicadas, e em 2011 foi oficializado a restrição de que a categoria poderia trazer três ou cinco músicas apenas, ou simplesmente nenhuma. Além disso, em 2008 entrou em vigor a regra que impede um filme de concorrer com mais de duas músicas.

Enquanto os candidatos para melhor canção são selecionados por compositores e letristas que fazem parte da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, os vencedores são escolhidos por votação geral dos membros. As estatuetas ficam com os músicos que têm crédito na composição, e não em performance.

“Remember Me”- Kristen Anderson-Lopez e Robert LopezViva - A Vida é uma Festa

O casal de compositores Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez marcam com "Remember Me" a sua segunda indicação no Oscar, após a vitória na premiação de 2013, com “Let It Go”, de Frozen. A dupla, que anteriormente também havia escrito canções para o longa de 2011, O Ursinho Pooh, trabalha em parceria, com Robert escrevendo a música, e Kristen, a letra. Para a Variety, ela explicou que a ideia era criar uma canção sobre o poder da música de trazer alguém de volta à vida. A canção tem uma pegada característica de cantiga mexicana dos anos 20. Viva – A Vida é uma Festa também está indicado como melhor animação.

"This is Me" - Benj Pasek e Justin PaulO Rei do Show

A composição de Benj Pasek e Justin Paul para O Rei do Show, “This Is Me”, rendeu à dupla de compositores as suas terceiras indicações, depois das duas músicas nomeadas por La La Land no último Oscar, "City of Stars" e "Audition (The Fools Who Dream)". Os americanos frequentemente trabalham juntos, e já criaram composições para o musicais vencedores do Tony,  A Christmas Story: The Musical, Dear Evan Hansen, e serão os responsáveis pelas músicas dos próximos live-actions de Aladdin e Branca de Neve. Na TV, eles também são os compositores da música que Greg Gustin cantou no crossover entre The Flash e Supergirl, "Runnin' Home to You". A grandiosa música indicada, que no filme é cantada na voz de Keala Settle, já virou hino de diversidade e aceitação.

"Mighty River" - Mary J. Blige, Raphael Saadiq e Taura Stinson - Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi

“Mighty River”, canção de Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi, é composição de Mary J. Blige, Raphael Saadiq e Taura Stinson. Enquanto a nomeação é a primeira para Saadiq e Stinson, Blige marca suas duas primeiras de uma vez só, este ano, indicada também como melhor atriz no mesmo filme. Raphael Saadiq já havia trabalhado com Blige antes, inclusive na canção indicada ao Grammy por melhor performance R&B, "I Found My Everything", e no álbum de 2009 da cantora, Stronger with Each Tear. Como o produtor falou à Billboard, os três sentaram e compuseram a música totalmente em conjunto: “Mary e Taura pegaram a caneta, eu peguei a guitarra, e nós ficamos tentando, passando por diferentes letras e palavras”. “Mighty River” é um bela música que trata de inclusão e emociona com o vocal de Blige.

"Mystery of Love" - Sufjan StevensMe Chame Pelo Seu Nome 

“Mystery of Love”, de Sufjan Stevens, é uma das quatro indicações recebidas por Me Chame Pelo Seu Nome. A música é a primeira indicação do compositor, que tem nome único nos créditos, e escreveu outras duas músicas para o filme: "Futile Devices (remix)" e "Visions of Gideon"). Apesar desta ser a primeira vez que Stevens cria músicas para um filme, suas composições já foram ouvidas não somente na TV – em séries como This Is Us e Weeds – mas também em longas, como Pequena Miss Sunshine. Para “Mystery Of Love”, Stevens disse ter se inspirado no livro no qual o filme é baseado, e criou uma canção acústica e romântica, para acompanhar a trama de Elio e Oliver. O longa também está indicado em categorias de melhor filme, melhor ator e melhor roteiro adaptado. 

"Stand Up for Something" - Diane Warren e Lonnie R. LynnMarshall

A música do filme Marshall, “Stand Up For Something” é, entre as indicadas, a composição com o nome mais familiar à Academia. Com Diane Warren em música e letra, a cantora marca sua nona indicação ao Oscar, a última tendo sido em 2016, quando foi indicada com Lady Gaga por "Til It Happens to You". O rapper Common, que compartilha os créditos na letra com Warren sob nome de Lonnie R. Lynn, por sua vez, já tem uma estatueta em casa, por “Glory”, música do filme Selma que levou o Oscar em 2014.

Oscar 2018 acontece em 4 de março, com apresentação de Jimmy Kimmel. Confira a cobertura completa do Omelete no site e nas redes sociais.