Cena de Stranger Things

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Netflix

Notícia

Stranger Things | Roteirista acusa criadores de plagiar filme nunca produzido

Irish Rover Entertainment diz que cineastas usaram roteiro de filme escrito por Jeffrey Kennedy para criar a série

Nicolaos Garófalo
17.07.2020
20h57

Mais uma vez, os Irmãos Duffer, criadores de Stranger Things, são acusados de plágio. A Irish Rover Entertainmen afirma que os cineastas usaram conceitos criados pelo roteiristas Jeffrey Kennedy para o filme Totem, que nunca foi produzido. De acordo com a produtora, a ideia teria sido passada para a dupla por Aaron Sims, que trabalhou tanto em artes conceituais do longa quanto da série (via Heroic Hollywood).

Segundo o processo, os Duffer teriam usado “trama, sequências, personagens, temas, diálogos, tom e cenário” de Totem. As informações teriam sido passadas por Sims após ele ser contratado para trabalhar no seriado da Netflix.

O sr. Kennedy tem alimentado essas teorias da conspiração por anos”, afirmou a gigante do streaming em um comunicado. A empresa diz que os Duffer “nunca ouviram dele ou de seu roteiro nunca publicado até ele ameaçar o processo”.

A netflix ainda afirmou que existem diversas pessoas “querendo o crédito por criar Stranger Things. Mas a verdade é que o programa foi independentemente concebido pelos Irmãos Duffer é resultado de sua criatividade e trabalho duro”.

Essa não é a primeira vez que um processo de plágio contra os Irmãos Duffer é levado a público. Em 2018, o cineasta Charlie Kessler acusou a dupla de utilizar o conceito de seu curta Montauk e o processo chegou a ir para os tribunais.

Especula-se que os novos episódios da série cheguem em 2021, mas nenhuma data foi confirmada. Enquanto isso, as três primeiras temporadas da série estão disponíveis na Netflix.