Cena de Stranger Things

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Netflix

Notícia

Stranger Things | Roteirista acusa criadores de plagiar filme nunca produzido

Irish Rover Entertainment diz que cineastas usaram roteiro de filme escrito por Jeffrey Kennedy para criar a série

Nicolaos Garófalo
17.07.2020
20h57

Mais uma vez, os Irmãos Duffer, criadores de Stranger Things, são acusados de plágio. A Irish Rover Entertainmen afirma que os cineastas usaram conceitos criados pelo roteiristas Jeffrey Kennedy para o filme Totem, que nunca foi produzido. De acordo com a produtora, a ideia teria sido passada para a dupla por Aaron Sims, que trabalhou tanto em artes conceituais do longa quanto da série (via Heroic Hollywood).

Segundo o processo, os Duffer teriam usado “trama, sequências, personagens, temas, diálogos, tom e cenário” de Totem. As informações teriam sido passadas por Sims após ele ser contratado para trabalhar no seriado da Netflix.

O sr. Kennedy tem alimentado essas teorias da conspiração por anos”, afirmou a gigante do streaming em um comunicado. A empresa diz que os Duffer “nunca ouviram dele ou de seu roteiro nunca publicado até ele ameaçar o processo”.

A netflix ainda afirmou que existem diversas pessoas “querendo o crédito por criar Stranger Things. Mas a verdade é que o programa foi independentemente concebido pelos Irmãos Duffer é resultado de sua criatividade e trabalho duro”.

Essa não é a primeira vez que um processo de plágio contra os Irmãos Duffer é levado a público. Em 2018, o cineasta Charlie Kessler acusou a dupla de utilizar o conceito de seu curta Montauk e o processo chegou a ir para os tribunais.

Especula-se que os novos episódios da série cheguem em 2021, mas nenhuma data foi confirmada. Enquanto isso, as três primeiras temporadas da série estão disponíveis na Netflix.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.