Netflix

Artigo

Anitta: Made in Honório | Nova série explora intimidade de Anitta

Apesar do "medo de ser cancelada", cantora diz que se expõe em série documental da Netflix

Henrique Haddefinir
15.12.2020
18h08

Quando Vai Anitta estreou em 2018, as expectativas eram de que o público pudesse conhecer um pouco mais do fenômeno que eclipsava detalhes da pessoa Anitta – ou melhor dizendo, da pessoa Larissa – em meio a uma crescente carreira internacional. De fato, a série documental de seis episódios exibida naquele ano era parte de uma estratégia promocional que visava reafirmar os objetivos de Anitta nessa empreitada. Não à toa, grande parte da série é falada em inglês e, com isso, ela pôde se aproximar sem problemas de outros documentários pessoais feitos por estrelas pop como Katy Perry, Lady Gaga e Demi Lovato.

Made in Honório, que estreia nesta quarta-feira (16) na Netflix, funciona como uma sequência, mas que se distancia – segundo a própria artista – do que foi a primeira leva de episódios. O objetivo aqui também é muito específico: “Vamos mostrar a pessoa que eu sou, com defeitos e qualidades”, repetiu ela em alguns momentos da entrevista coletiva de lançamento.

A declaração faz parte do discurso de Anitta desde 2018, quando a edição do documentário protegeu sua personalidade de maiores danos. Dessa vez, ela garante: “Estamos contando mais sobre a minha intimidade, os bastidores da minha vida, mostrando as características da Anitta personagem e da Larissa por trás do personagem. Resolvi usar a série para explicar de onde a Anitta surgiu - é uma história triste, mas é algo que vai fazer muito sentido para todos".

O “medo de ser cancelada” vem da insegurança a respeito de como a exposição vai funcionar diante de uma imagem que foi tão saturada de polêmicas nos últimos dois anos. Anitta passou por poucas e boas nas mãos de jornalistas sensacionalistas e teve desentendimentos e rusgas profissionais com outros nomes do pop. O próprio Vai Anitta acabou se tornando o registro de um casamento curto e conturbado, que visto em retrospectiva, parece ainda mais desconexo do que a cantora pretende com a nova temporada. Completando 10 anos de carreira esse mês, Anitta quer que o novo registro seja mais honesto, mais completo e mais intimista.

O trailer de Made in Honório confirma essas expectativas. Anitta é vista chorando, aparece dando bronca em seus funcionários e parece comentar algumas dessas turbulências midiáticas que viveu entre 2019 e 2020: “A intenção é que quem assista se sinta um amigo íntimo meu”, completou ela. Espera-se que detalhes acerca de sua vida pessoal sejam realmente abordados. O trailer já confirmou, por exemplo, a história do irmão adulto descoberto recentemente, mas Anitta pode preencher várias temporadas de justificativas a respeito de tudo que lhe aconteceu. Todo artista tem essa angústia. Ela está determinada a colocar isso em evidência.

Na temporada anterior a cantora aproveitou o espaço para justificar alguns dos pontos equivocados da própria carreira (como as escolhas de figurino para o clipe de "It's Not For Me") e não se fez de rogada quanto a fazer a mesma coisa na temporada atual: “Eu sempre utilizo um veículo meu, uma forma minha de contar as coisas, para assuntos que eu quero comunicar sem o risco de uma interpretação errada das outras pessoas”. Na tentativa de esclarecer posicionamentos, o resultado pode ser uma avalanche de contrapontos. Anitta, contudo, está pronta para o que vier: “Já fui cancelada tantas vezes, não estou preocupada”.

Em seis episódios de 30 minutos e com direção artística de Andrucha e Pedro Waddington, Made in Honório pode ser uma longa DR entre Anitta, seu público e o showbizz.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.