Criador de BoJack Horseman mostra cena com David Fincher barrada pela Netflix

Créditos da imagem: Cena da animação BoJack Horseman (Reprodução)

Séries e TV

Notícia

Criador de BoJack Horseman mostra cena com David Fincher barrada pela Netflix

Raphael Bob-Waksberg usou caso para alfinetar a plataforma sobre especial de David Chappelle

Caio Coletti
08.12.2021, às 09:13

Raphael Bob-Waksberg, o criador de BoJack Horsemanliberou no Twitter uma cena da série animada que foi barrada pela Netflix por causa de piadas fazendo referência ao diretor David Fincher, que também tinha uma longa colaboração com a plataforma.

Waksberg usou o caso para questionar a posição oficial da Netflix de não "policiar" o conteúdo criado por seus contratados, o que foi usado como justificativa para a manutenção do especial de comédia de David Chappelle no catálogo - apesar de críticas quanto a piadas transfóbicas do humorista.

"Ainda estou meio embasbacado que, aparentemente, o contrato de Dave Chappelle com a Netflix diz que ele pode falar o que quiser e eles são obrigados a colocar no ar, sem cortes. Isso é normal para comediantes? Porque a Netflix uma vez me pediu para mudar uma cena porque estavam preocupados que ela ia irritar David Fincher", escreveu ele.

A seguir, Waksberg transformou a alfinetada em uma empreitada filantrópica, pedindo para que seus seguidores doassem para uma organização que atua na causa dos direitos transgênero se quisessem que ele postasse o script da cena em questão. Após várias respostas, o roteirista liberou as páginas do roteiro.

Nelas, Fincher é visto trocando algumas palavras com a personagem Princess Carolyn, dizendo que foi demitido do seu último filme porque uma amiga em comum dos dois mentiu para os produtores que ele era viciado em drogas. Depois, ele faz mistério sobre o presente que comprou para a tal amiga, e Carolyn engata em uma piada com a famosa cena do "o que tem na caixa?" de Seven.

Waksberg completou os seus tuítes dizendo que não se importou tanto com o corte da cena, que hoje considera "meio estúpida", mas que seu ponto é outro: "É simplesmente bizarro uma rede de TV dizer que suas mãos estão atadas quanto ao conteúdo que eles escolhem colocar no ar".

"Bom feedback faz a arte ficar melhor. Se você não sabe como recebê-lo, e a rede de TV não sabe como dá-lo, é como jogar dinheiro no lixo", continuou. "Para um comediante que famosamente abandonou sua série porque estava preocupado que poderia estar 'piorando as coisas', é incrível quantos dos fãs e colaboradores de Dave acreditam que comediantes não têm nenhuma responsabilidade de não 'piorar as coisas'".

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.