Música

Lista

11 clipes que marcaram a infância das crianças dos anos 2000

Celebre o Dia das Crianças relembrando músicas da Hilary Duff e do High School Musical

Mariana Canhisares
11.10.2018
16h11
Atualizada em
13.10.2018
10h13
Atualizada em 13.10.2018 às 10h13

Difícil não se render à nostalgia no Dia das Crianças. Relembrar da bolha pop infanto-juvenil, que embalou às tardes de uma geração diante da TV, é quase inevitável em outubro. Mas, enquanto alguns dos artistas que crescemos ouvindo ainda são muito relevante na indústria, como Taylor Swift, outros já ficaram para trás.

A seguir, revisite 11 clipes que marcaram a infância das crianças dos anos 2000:

“Wake Up”, Hilary Duff

Se Lizzie McGuire apresentou o seu sonho de ser popstar, Hilary Duff o colocou em prática. No início da década, a atriz e cantora lançou “Wake Up” que, assim como “Our Lips Are Sealed” e “The Gateway”, pertence ao álbum Most Wanted. No clipe, a cantora desfila diferentes looks em cidades ao redor do mundo.

“You Belong With Me”, Taylor Swift

Um dos primeiros sucessos de Taylor Swift, “You Belong With Me”, definitivamente deixou sua marca nos anos 2000 com esse clipe. Com a participação do ator Lucas Till, o vídeo coloca a cantora como uma garota tímida, que conversa com seu vizinho popular pela janela. Ela ainda interpreta a “vilã” da história, a líder de torcida que namora o menino. Mas, claro, no final é a protagonista que ganha o coração de Till.

“7 Things”, Miley Cyrus

Hino dos corações partidos das pré-adolescentes, “7 Things” coloca Miley Cyrus ao lado de várias meninas, cada uma com um item simbólico do relacionamento fracassado, para listar as qualidades e os defeitos do ex. A música é parte do álbum Breakout, o primeiro de Cyrus já longe da figura da Hannah Montana.

“Burnin' Up”, Jonas Brothers

Como esquecer quando os Jonas Brothers encarnaram astros de filmes de ação em “Burnin’ Up”? Além de momentos incríveis, o clipe de 2008 conta com participações bastante especiais. Se Selena Gomez era a donzela indefesa, David Carradine canaliza novamente o Bill, de Kill Bill, e vira mestre de artes marciais do Kevin Jonas. Danny Trejo também faz uma ponta, como um dos vilões.

“La La Land”, Demi Lovato

Muito antes de assumir por completo sua veia pop, Demi Lovato flertava com o rock em Don’t Forget. Em “La La Land”, ela enfrenta o estereótipo do que é esperado de uma estrela teen. O clipe ainda conta com participação de Sterling Knight e Doug Brochu, seus colegas de Sunny Entre Elas.

“Say OK”, Vanessa Hudgens

Depois do sucesso do primeiro High School Musical, Vanessa Hudgens investiu na sua carreira como cantora solo e lançou a romântica “Say OK”. Embora sua personagem aqui não tenha relação nenhuma com a Gabriella Montez, o par dela é justamente Zac Efron.

"Be Good To Me", Ashley Tisdale

Não foi só Hudgens que investiu na música, após o lançamento de HSM. Ashley Tisdale, a Sharpay do East High, lançou no álbum Headstrong em 2007, com o single “Be Good To Me”. O clipe mostra Tisdale cantando a música em um de seus shows.

“Beautiful Soul”, Jesse McCartney

Jesse McCartney também teve o seu momento de queridinho. Em 2004, anos depois do fim da boy band Dream Street, o cantor lançou a música que dá nome ao seu primeiro álbum solo. No clipe, McCartney declara seu amor para uma de suas amigas em uma viagem de carro.

“Cheetah Sisters”, Cheetah Girls

A Raven também foi uma figura marcante para as crianças nos anos 2000 graças à série As Visões da Raven e, mais tarde, às Cheetah Girls. “Cheetah Sisters”, que marca a reconciliação das meninas no final do filme de 2003, fala sobre a força da amizade entre mulheres.

“This is Me”, Camp Rock

Outro filme do Disney Channel que foi mania entre as crianças dessa época foi Camp Rock. Apresentando Demi Lovato e os Jonas Brothers, o longa musical teve como principal hit a canção “This is Me”, que marca a grande revelação de que Mitchie Torres (Lovato) é a misteriosa voz com que Shane Gray (Joe Jonas) sonha.

“We’re All In The Together”, High School Musical

E, claro, High School Musical não poderia estar de fora. Verdade seja dita, qualquer música do filme poderia estar nesta lista. Quer você goste mais de “Breaking Free”, “What I’ve Looking For” ou “Bop to the Top”, fato é que a turma do East High marcou uma geração com seu amor pelo teatro musical. Aqui, fica “We’re All In The Together”, porque quem não assistiu esse clipe mil vezes para aprender a coreografia?