Warner Bros/Divulgação

Créditos da imagem: Gal Gadot como Mulher-Maravilha

Filmes

Notícia

Patty Jenkins diz que recusou dirigir Liga da Justiça: "muitos personagens"

Diretora de Mulher-Maravilha fala sobre oportunidade de dirigir longa de heróis na DC

Julia Sabbaga
01.06.2020
09h10

A diretora de Mulher-Maravilha, Patty Jenkins, revelou ter recebido uma proposta para comandar Liga da Justiça, mas recusou a oferta, justificando considerar o longa muito cheio de personagens. A declaração foi feita em entrevista à revista Premiere [via CBM], em que a diretora foi questionada sobre os universos compartilhados em filmes de herói:

"Ao contrário de outros diretores, eu não me importo com universos compartilhados, continuidade, este tipo de detalhe. Eu fui contatada para fazer um filme de Liga de Justiça no passado e não conecta comigo. Muitos personagens", revelou Jenkins.

Vale lembrar que antes de assumir o comando de Mulher-Maravilha, Jenkins esteve envolvida na produção de Thor: O Mundo Sombrio. A diretora, porém, deixou a direção do longa após diferenças criativas com o Marvel Studios.

Jenkins volta à direção em Mulher-Maravilha 1984. Ainda não há detalhes sobre a história do longa, mas agora a amazona vivida por Gal Gadot será mostrada na década de 1980. Chris Pine retorna ao papel de Steve Trevor, Kristen Wiig será a vilã Barbara Minerva, a Mulher-Leopardo, e Pedro Pascal será o também vilão Max Lord. 

Mulher-Maravilha 1984 foi dos grandes destaques da CCXP 2019, com a divulgação do primeiro trailer do longa e cenas inéditas no painel da Warner. O longa foi adiado e chegará aos cinemas brasileiros em 13 de agosto.