O Doutor Estranho Supremo, de What If...?

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Séries e TV

Notícia

What If...? | Roteirista de Doutor Estranho reage ao 4º episódio: "Apaixonado"

C. Robert Cargill rasgou elogios à primeira série animada do Universo Cinematográfico da Marvel

Eduardo Pereira
06.09.2021
14h53

O roteirista de Doutor Estranho (2016) C. Robert Cargill reagiu ao quarto episódio de What If...? no Twitter, rasgando elogios à primeira série de animação do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). O episódio em questão imagina justamente o que aconteceria ao Mago Supremo (Benedict Cumberbatch), se ele perdesse aquilo que mais amava.

"What If...? é tão barra pesada. Ela tem as maiores e mais peludas bolas do MCU. Toda história é incrivel e cada uma capturou o verdadeiro espírito dos quadrinhos: que enquanto grandes histórias podem acontecer fora da narrativa central, os sacrifícios e escolhas feitos ali realmente importam", escreveu Cargill em um primeiro tweet. Depois, continuou.

"Assistir a um episódio de What If...? sobre o meu próprio filme é um ápice da minha carreira para mim. E que roteiro incrível. Essa equipe é tão boa. Não poderia estar mais apaixonado pelo episódio desta semana", concluiu.

O quarto capítulo de What If...? tem um nome poético: "E se... o Doutor Estranho perdesse o coração ao invés das mãos?". O herói parece enveredar por um caminho sombrio após a morte da Dra. Palmer, pensando apenas em acumular poder para trazê-la de volta. A variante foi batizada de Doutor Estranho Supremo pela Marvel.

What If...? imagina realidades alternativas, modificadas por uma única decisão ou incidente que diverge do que conhecemos no MCU. Nosso anfitrião por essas viagens pelo multiverso é o Vigia (voz de Jeffrey Wright).

A primeira temporada terá um total de nove episódios. Os capítulos lançados da série estão disponíveis para streaming no Disney+, e o próximo entra no catálogo nesta quarta (8).

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.