Séries e TV

Artigo

Qual a identidade verdadeira do Pietro de WandaVision

Comportamento e falas do velocista dão espaço para teorias sobre seu lugar na trama

Nicolaos Garófalo
12.02.2021
21h57
Atualizada em
13.02.2021
14h02
Atualizada em 13.02.2021 às 14h02

Gêmeo de Wanda (Elizabeth Olsen), Pietro Maximoff voltou ao MCU, desta vez vivido por Evan Peters, que interpretou a contraparte do personagem na franquia cinematográfica dos X-Men. Mas, ao contrário do esperado, a versão de Westview não trouxe – pelo menos ainda – o tão aguardado multiverso. No sexto episódio, transmitido nesta sexta-feira (12), o velocista mantém as memórias de sua morte em Vingadores: A Era de Ultron, além de citar alguns momentos compartilhados com a irmã na infância, levemente alterados. Ainda assim, a reescalação de Pietro indica que ele não é a mesma pessoa morta em Sokovia.

Uma das teorias mais populares na internet até o momento é de que esse novo Mercúrio nada mais é do que o vilão Mephisto, vilão da Marvel que representa o Diabo. O comportamento manipulador de Pietro, trazendo lembranças nostálgicas de infância e provocando Wanda pela primeira morte do Visão dá a entender que ele não nutre pela vingadora o mesmo carinho que o Pietro de Aaron Taylor-Johnson mostrou no longa de 2015.

A teoria que aponta para essa identidade diabólica ganhou ainda mais força quando, na cena em que Tommy e Billy estão recolhendo doces, Pietro grita “liberem o inferno, meus demônios”, possível referência ao fato de os gêmeos serem, nos quadrinhos, pedaços da alma de Mephisto. A influência que o velocista tem nos sobrinhos, que o imitam em diversos momentos, é apenas mais um argumento para quem acha que ele pode ser o Tinhoso da Marvel.

Todos esses sinais podem ser, no entanto, apenas uma jogada do estúdio comandado por Kevin Feige para despistar os fãs. Assim como já fez em Homem de Ferro 3, o Marvel Studios pode apenas estar apontando para Pietro como a “identidade secreta” de Mephisto para revelar que ele é, na verdade, uma pessoa qualquer de Westview, assim como o falso Mandarim vivido por Ben Kingsley.

Vale lembrar que o mesmo episódio revelou que Wanda não vinha usando todos os “atores” disponíveis na cidade, poupando crianças do trauma de ter alguém em suas mentes, e ainda tem controle limitado sobre aqueles longe dela. Por isso, não é absurdo dizer que Pietro nada mais é do que apenas um cidadão do pequeno município, talvez ativado subconscientemente por Wanda para expor sem censura os erros de suas ações.

O principal argumento que corrobora com essa teoria é a constante menção ao arenque (“hering”, em inglês), peixe que, na literatura policial, representa um desvio da conclusão certa do mistério em questão causado por pistas falsas ou usadas em contextos confusos. Em “Um Halloween Assustadoramente Inédito!”, Pietro lembra de quando foi presenteado com um arenque em um Halloween de Sokovia. Logo depois, Wanda ameaça transformá-lo no peixe caso ele e os gêmeos não se comportem.

A terceira hipótese

É claro que uma terceira teoria pode se encaixar: Pietro é realmente Pietro! Mesmo com o rosto diferente, que pode ser apenas um efeito colateral de sua entrada no hex, o velocista pode simplesmente ser quem ele diz ser. Dentro da série, essa teoria se justifica com as memórias que Mercúrio tem de sua vida anterior e com a presença de seus poderes.

Fora das telas, no entanto, é preciso lembrar que Aaron Taylor-Johnson assinou contrato com o Marvel Studios para várias produções, mas atuou apenas em A Era de Ultron. Um possível – porém improvável – final feliz para WandaVision não ficaria completo sem o retorno definitivo do “verdadeiro” Pietro.

Mesmo que existam argumentos para seguir em frente com essas teorias, é difícil prever o que WandaVision guarda para sua reta final. Por mais que esses caminhos sejam os mais comentados pelos fãs, nada impede os produtores de optarem por um quarto destino, ainda inexplorado pelos espectadores.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.