Robert Downey Jr. em Vingadores: Ultimato

Créditos da imagem: Vingadores: Ultimato/Marvel Studios/Reprodução

Filmes

Notícia

Jon Favreau tentou convencer irmãos Russo a não matarem o Homem de Ferro

"Vai deixar as pessoas devastadas", teria dito o intérprete de Happy Hogan

Omelete
2 min de leitura
29.07.2022, às 14H53

Os irmãos Russo foram pressionados pelo diretor Jon Favreau para não matar Tony Stark (Robert Downey Jr.) em Vingadores: Ultimato. Em entrevista à Vanity Fair, a dupla de cineastas lembrou do choque do intérprete de Happy Hogan ao ler o roteiro.

"Lembro de andar de um lado para o outro com Favreau do outro lado da linha, tentando nos dissuadir. Ele falava 'vocês não podem fazer isso. Vai deixar as pessoas devastadas e você não quer que elas saiam do cinema e encarem o trânsito", disse Joe Russo.

É claro que, apesar das reclamações do colega, eles sacrificaram o Homem de Ferro para derrotar Thanos (Josh Brolin). "Em defesa do Jon, ele não tinha passado pelo processo do mesmo jeito que nós. Então, nós teríamos tido a mesma reação se alguém soltasse essa notícia", completou Anthony Russo.

Vingadores: Ultimato foi lançado no Brasil em abril de 2019, com 3 horas e 2 minutos, e chegou a ocupar o posto de filme com maior bilheteria da história, arrecadando US$ 2,79 bilhões ao redor do mundo. Atualmente, perde apenas para Avatar, que soma US$ 2,84 bilhões de bilheteria. 

Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.