Zoe Saldana, Chris Pratt e Dave Bautista em Guardiões da Galáxia/Marvel Studios

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

Guardiões da Galáxia | James Gunn revela fala que se arrepende de ter cortado

Diretor diz que adoraria "dar uma de George Lucas" e alterar a cena no futuro

Nicolaos Garófalo
29.06.2020
20h07
Atualizada em
29.06.2020
20h18
Atualizada em 29.06.2020 às 20h18

Embora constantemente celebre a liberdade que recebeu do Marvel Studios nas filmagens da franquia Guardiões da Galáxia, James Gunn afirmou que teve apenas uma cena do primeiro filme que precisou cortar e que ainda se arrepende. Segundo o diretor, um diálogo entre Quill (Chris Pratt) e Drax (Dave Bautista) foi reduzido a pedido do estúdio – confira abaixo (via Comicbook):

(No filme) Quill: ‘Eu venho de um planeta de foras da lei. Billy The Kid, Bonnie e Clyde, John Stamos.’ Drax: ‘Parece um lugar que eu amaria visitar.’ Quill: ‘Legal.’ (Cortado) Drax: ‘E matar várias pessoas de lá.’

Na sequência, Gunn afirmou que adoraria “dar uma de George Lucas” e recolocar a fala no filme em uma reedição futura, fazendo referência às Edições Especiais da Trilogia Original de Star Wars que, entre outras mudanças, teve o infame momento de Greedo atirando primeiro em Han Solo (Harrison Ford):

Guardiões da Galáxia 3 ainda não tem previsão e sequer foi anunciado entre os lançamentos da fase 4 do MCU. O filme deve ser o último com a formação atual do grupo.