Gaviã Arqueira/Gavião Arqueiro

Créditos da imagem: Marvel Comics/Marvel Studios/Divulgação

Séries e TV

Artigo

Gavião Arqueiro | Conheça Kate Bishop, a nova heroína do MCU

Desde que chegou aos quadrinhos, arqueira já liderou os Vingadores da Costa Oeste e atuou como detetive particular

Nico Garófalo
23.11.2021
15h42
Atualizada em
23.11.2021
15h58
Atualizada em 23.11.2021 às 15h58

Demorou, mas Kate Bishop está, enfim, a caminho do MCU. Interpretada por Hailee Steinfeld, a heroína se juntará ao Clint Barton de Jeremy Renner em Gavião Arqueiro, nova série da Marvel Studios para o Disney+. Embora ela ainda não tenha feito sua estreia em live-action, Kate já teve uma vida agitada nos quadrinhos, incluindo algumas mudanças de carreira, de cidade e de equipes.

Criada em 2005 por Allan Heinberg e Jim Cheung para Os Jovens Vingadores, Kate é filha de um milionário dono de um conglomerado de mídia. Embora tenha crescido em uma vida de confortos e regalias, ela nunca sentiu grande identificação com sua família. Essa relação só piorou quando, ainda pequena, a garota presenciou o pai, Derek Bishop, espancando uma pessoa. Desconfiada, Kate começou a seguir o empresário até se deparar com uma reunião entre ele e o vilão El Matador, que a sequestra.

A futura heroína foi salva pelos Vingadores, que vinham vigiando El Matador há alguns dias. Kate, que ainda era uma criança, se impressionou com o supergrupo, especialmente com o Gavião Arqueiro, único membro da equipe sem poderes. Decepcionada com o pai, ela passou a admirar e se inspirar em Clint, decisão que moldou sua vida nos anos seguintes.

Jovem Vingadora

Um dia, Kate foi assediada sexualmente durante um passeio no Central Park. Traumatizada pelo ocorrido e em luto pela morte recente de sua mãe, Eleanor, ela se isolou ainda mais de sua família. Quando enfim conseguiu se sentir segura e motivada a superar o ocorrido, a garota decidiu se dedicar a aulas de combate armado e artes marciais. Graças ao seu treinamento, ela se tornou extremamente competente no uso de espadas e arco e flechas.

Essa habilidade recém-desenvolvida foi essencial para que Bishop não só sobrevivesse ao ataque de criminosos ao casamento de sua irmã, mas também salvasse os Jovens Vingadores. Então formado por Billy Kaplan/Wiccano, Teddy Altman/Hulkling, Cassie Lang/Estatura, Eli Bradley/Patriota e Nathaniel Richards/Rapaz de Ferro, o grupo de novatos tentou impedir os bandidos, que fizeram todos os convidados de reféns, mas acabou sendo capturado. Armada com shurikens do Patriota, Kate conseguiu resgatar os jovens heróis, a quem se juntou oficialmente logo depois.

Após receber a “benção” do Capitão América, que a presenteou com o arco e as flechas de Clint - então morto após eventos de Dinastia M -, Kate passou a atuar oficialmente sob o nome de Gaviã Arqueira. Ao longo dos anos, a heroína fez parte de diversas formações dos Jovens Vingadores, que contaram também com América Chavez, Loki, Visão/Jonas, Célere e Poderoso.

Sua experiência na equipe, que chegou a ser integralmente absorvida pelos Vingadores “principais”, e como heroína solo abriram caminho para que ela refundasse os Vingadores da Costa Oeste, filial dos Heróis Mais Poderosos da Terra sediada em Los Angeles, originalmente criada por Clint.

Verdadeira Gaviã Arqueira?

Desde que Clint Barton voltou dos mortos após a primeira Guerra Civil dos heróis, as pessoas dentro do universo Marvel têm alguns problemas para entender a dinâmica da existência de dois Gaviões Arqueiros. Em Nova York, por exemplo, Kate é constantemente questionada sobre “o verdadeiro Gavião Arqueiro ser um homem”, já que a cidade está acostumada a ver Barton com o uniforme roxo.

Já em Los Angeles, a história é bem diferente. Kate atuou duas vezes diferentes na Califórnia: a primeira como heroína de aluguel e a segunda como detetive particular e, eventualmente, líder dos Vingadores da Costa Oeste. Essas estadias garantiram que os cidadãos de Los Angeles se identificassem mais com Bishop e, por consequência, falassem até com certa constância para Clint que “a verdadeira Gaviã Arqueira é uma mulher”.

Madame Máscara

Criada em 1967, a Madame Máscara se tornou uma das principais nêmesis de Kate durante as fases de Matt Fraction e David Aja e, mais tarde, Kelly Thompson e Leonardo Romero. Ao longo das edições, a Gaviã Arqueira desmantelou esquemas da vilã em Madripoor, Nova York e Los Angeles.

Máscara inclusive chegou a criar grandes problemas na vida pessoal de Kate. Além de fabricar um clone superpoderoso para o seu pai - que a Gaviã descobre já ter mandado assassinar ela e Clint -, a vilã criou para si uma cópia de Kate, para a qual ela transferiu sua mente. No novo corpo, ela se passou pela heroína, complicando as relações da garota com seus amigos, parceiros e clientes.

A presença da Madame Máscara na vida da jovem Gaviã é tão constante que se tornou uma piada recorrente na Marvel ver os capangas da vilã reclamarem sempre que descobrem que precisarão enfrentar Kate ou Clint.

Poderes

É bem verdade que Kate, assim como seu antecessor, não tem qualquer habilidade sobre-humana. Ela, no entanto, tem memória e capacidade de aprendizado invejáveis e que já renderam comparações com o vilão Treinador. Essa capacidade permitiu que ela se tornasse uma exímia lutadora e atiradora, capaz de lutar com vários tipos de armas brancas e de fogo. Além disso, a Gaviã Arqueira está constantemente assimilando os movimentos de seus adversários, não para imitá-los, mas para evitá-los e depois contra-atacar.

Ela também é uma observadora incrível e de raciocínio, algo que aplica em suas investigações enquanto detetive particular. Sempre atenta ao ambiente em que se encontra, Kate consegue improvisar planos de ataque e defesa sempre que sua ideia inicial dá errado - algo constante em sua vida desde que assumiu o manto de Gaviã Arqueira.

Outro "poder" de Kate é seu humor de gosto duvidoso. Raras são as lutas que a heroína não provoca seus adversários com trocadilhos, zoações e outras gracinhas para distraí-los e incomomodá-los, forçando os oponentes ao erro. Como qualquer outra pessoa que transforma tudo em piada, a Gaviã Arqueira é frequentemente repudiada (injustamente) por seu senso de humor.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.