Lupita Nyong'o e Chadwick Boseman

Créditos da imagem: Reprodução/Instagram

Filmes

Notícia

Lupita Nyong'o posta homenagem a Chadwick Boseman; confira

Relato emocionado de atriz relembra comportamento de Chadwick nos bastidores de filmes

Fábio Garcia
08.09.2020
13h57

A atriz Lupita Nyong'o usou sua conta no Instagram para publicar uma homenagem ao ator Chadwick Boseman, falecido no último dia 28 de agosto. Confira o tributo:

Ver essa foto no Instagram

For the beloved #ChadwickBoseman. #TakeYourTimeButDontWasteYourTime

Uma publicação compartilhada por Lupita Nyong'o (@lupitanyongo) em

No texto, a atriz que contraceniou com o astro em Panter Negra narra: "Escrevo essas palavras de um lugar de desesperança para homenagear um homem que tinha muita esperança. É um grande esforço pensar e falar sobre meu amigo Chadwick Boseman com verbos no tempo passado. Não faz sentido. As notícias sobre seu falecimento é um soco nas minhas vísceras em todas as manhãs. Estou ciente que todos somos mortais, mas você encontra pessoas na vida que possuem uma energia imortal, parece que elas existiram tempos atrás, e que elas estão exatamente onde deveriam estar... aqui! Parecia não ter idade. Chadwick era uma dessas pessoas".

O texto de Lupita continua: "Chadwick era um homem que aproveitava o tempo ao máximo, e ainda assim conseguia tomar o seu tempo. Eu não o conhecia há tanto tempo assim, mas ele teve um efeito profundo em mim". A atriz seguiu relatando suas impressões sobre o ator de forma poética, sobre como ele parecia operar em uma frequência mais elevada. "Você tinha a sensação de que ele estava sempre presente e, de alguma forma, sempre ciente do que viria no futuro distante. Percebi que o Chadwick nunca parecia apressado, ele controlava seu tempo".

Nyong'o contou sobre como ele se dedicava em todo trabalho, em cada ensaio ou treino para gravações. "Suas mãos grandes iam até meus ombros que davam uma apertada que me relaxava de tensões que eu nem imaginava que estava sentindo", revelou, "as mãos do Chadwick eram sempre fortes o suficiente para carregar o peso do filme".

A atriz de Hollywood exaltou como Chadwick era impecável também com suas palavras, e que ele nunca era visto reclamando: "e sempre havia alguma coisa para reclamar!". Para Lupita, Chadwick entendia o poder das palavras. "Ele usava sua boca para construir, edificar, nunca para destruir", compartilhou.

O comportamento de Chadwick em gravações de cenas de ação também foi exaltado por Lupita, afinal ele "fazia suas próprias cenas de ação" e "havia dominado as artes marciais". Novamente retomando o lado poético do tributo, Lupita escreveu que ele tomou o risco de viver plenamente.

A atriz finalizou seu texto desejando condoências à família, aos amigos e encerrou com uma frase de Simone, viúva de Chadwick: "Não tenha pressa, mas não desperdice sua vida".

Boseman, que ficou conhecido por interpretar o rei de Wakanda, T'Challa, nos cinemas, morreu aos 43 anos, vítima de um câncer de cólon. Lançado em 2018, Pantera Negra, o filme, foi um dos maiores sucessos do estúdio Marvel, arrecadando mais de US$ 1,3 bilhão nas bilheterias.