Capitão América: Guerra Civil quase não teve Homem de Ferro e Homem-Aranha

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

Capitão América: Guerra Civil quase não teve Homem de Ferro e Homem-Aranha

Kevin Feige diz que entrada de Pantera Negra foi estimulada por possíveis ausências

Julia Sabbaga
30.12.2019
09h34

Capitão América: Guerra Civil serviu como a introdução do Homem-Aranha no MCU, além de retratar o embate entre Steve Rogers e Tony Stark, mas segundo Kevin Feige, tanto o Homem de Ferro quanto o Homem-Aranha quase não estiveram no filme. Explicando em um painel na NYFA, o presidente da Marvel Studios relembrou as dificuldades de negociação com a Sony para os diretos do teioso [via CB]:

"Eles estavam desenvolvendo o filme e eu ficava entrando e saindo dizendo 'acho que temos Homem-Aranha!' e daí depois 'esqueçam, não vai rolar'". Além das questões com o outro estúdio, a Marvel enfrentava dúvidas sobre o prolongamento do contrato com Robert Downey Jr.: "Nós nem tinhamos um acordo com Downey. Era 'estamos bem, será Downey! É Cap contra Homem de Ferro'. E daí 'não sei. Pode ser que não seja". 

Segundo Feige, a indecisão sobre a presença dos dois personagens levou à introdução de T’Challa, sugerida pelo produtor Nate Moore: "Foi nestas conversas que Nate disse 'e o Pantera Negra? E se trouxéssemos T'Challa para a Guerra como um outro lado, que não tem alianças, que tem seus próprios problemas.' Assim, se não tivermos Homem Aranha e não tivermos Robert, teremos um outro elemento, novo, fresco. No final das contas conseguimos ter tudo, e foi ótimo". 

Nos próximos anos, o Marvel Studios tem planejado os lançamentos dos filmes Viúva NegraThor: Love and ThunderShang-Chi e Os Eternos.