Lollapalooza 2022 | Melhores momentos do terceiro dia

Música

Lista

Lollapalooza 2022 | Melhores momentos do terceiro dia

Confira a seleção dos repórteres do Omelete

Omelete
1 min de leitura
Caio Coletti, Jacídio Junior e Pedro Henrique Ribeiro
28.03.2022, às 01H24

Um misto de despedida com tensão política tomou conta do terceiro dia do Lollapalooza. Mas entre muitos protestos por conta de uma liminar que pedia que artistas não fizessem atos políticos durante seus shows, o amor sempre esteve no ar. Confira abaixo os melhores momentos

O Lollapalooza considera justa toda forma de amor

O show do Fresno, apesar de encurtado pela chuva e atrapalhado por problemas técnicos, foi um dos mais tocantes do evento. O encerramento com "Toda Forma de Amor", cantada ao lado de Lulu Santos, gerou um dos coros mais fortes do festival. Embalada por manifestações políticas da banda e do convidado, o clima foi de catarse e celebração. Não houve emo que não chorasse - dessa vez, de alegria.

Idles fez show arrepiante

Idles fez um show pegado, para um público não muito grande, mas fazendo cada música valer a vida de quem estava no palco. Totalmente entregues ao show, a banda criou um clima de bar, cantando suas faixas e também covers - em versões desleixadas - do Oasis e Mariah Carrey. Um dos guitarristas aproveitou a empolgação e foi pra galera, cantou junto e voltou pro palco carregado pelo público, tudo que um show caótico e memorável precisa ter. Desde o início, a banda fez questão de oferecer a apresentação para Taylor Hawkings, baterista do Foo Fighters, e a cada intervalo entoavam seu nome como uma torcida em um estádio de futebol. Experiência coletiva elevada à potência máxima que arrepiou e deixou claro que os caras estavam ali de corpo e alma.

 

Marina Sena é a Miss Simpatia do Lolla

O jeito de menina do interior ainda não saiu de Marina Sena, e o charme de sua genuína surpresa diante do público gigante reunido para assisti-la no Palco Adidas deve ter conquistado até quem era incrédulo quanto à dona da onipresente "Por Supuesto". "Acho que aqui tem mais gente que na minha cidade inteira", "quando gravamos o disco só tinham os bodes nos ouvindo", "essa vocês sabem, né, seus TikTokers" (sobre o hit já citado)... As pérolas foram muitas e ela saiu do palco sem deixar um hater sequer na plateia.

Djonga entra no bate cabeça para pedir "Fogo nos Racistas"

O cantor entrou no meio da plateia do palco adidas do Lollapalooza para participar de um bate cabeça. Enquanto todos cantavam seu hit "Olho de Tigre", o público pulava entre os fãs para fazer história no festival.

Show de luzes de Martin Garrix são espetáculo a parte no Lolla

Além de trazer um som potente para seu show, o DJ deu novas cores ao complexo do Lollapalooza neste domingo. Com uma experiência audiovisual incrível, Garrix lotou o palco Onix.

Gloria Groove pinta o Lolla de "Vermelho"

"Na boca vermelho cereja/ No teto vermelho neon", diz o refrão de "Vermelho", de Gloria Groove. Mas foi o vermelho sangue dos telões que pintou o público diante do palco Perry's durante a apresentação da música, a mais festejada pelos fãs. Ver o Lolla em um tom só (visual e musicalmente) foi de arrepiar.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.