Show do Zhu

Créditos da imagem: Zhu/Thiago Almeida/Lollapalooza Brasil/Divulgação

Música

Artigo

Lollapalooza | ZHU ganha público apesar dos problemas técnicos

Produtor sino-americano precisou driblar a adversidade de três blackouts durante seu set

Jacídio Junior
05.04.2019
21h12

O produtor sino-americano ZHU realiza há algum tempo uma das apresentações mais interessantes em festivais de música ao redor do mundo e nesta sexta (5) fez a estreia de seu live no Brasil como parte do Lollapalooza Brasil 2019.

Porém, público e artista sofreram com uma experiência fragmentada, já que o show começou com quase dez minutos de atraso, evidenciando um possível problema técnico, o que deixou a ausência apreensiva.

Depois disso, ZHU iniciou seu set com uma boa aposta nos elementos que melhor definem suas músicas: a mistura entre a brutalidade dos graves e a melodia sensual de sua voz, e dos músicos que o acompanham - um guitarrista e um saxofonista.

Esse contraste ao vivo fica ainda mais intenso e, sem dúvida, foi o fator responsável por não deixar a apresentação cair, mesmo depois de um novo problema técnico interromper uma de suas faixas mais famosas ("Nightcrawler").

Isso poderia ter sido um fator realmente negativo para toda a apresentação do DJ, mas a forma como ele administrou a situação e reconquistou o público apostando em faixas mais lentas, manteve o flow do show dentro do esperado.

Tocando alguns de seus sons mais sensuais, como "Touch me (In The morning)", e "Working for it", o DJ colocou a plateia para curtir durante os minutos restantes e deixou um gostinho do que pode ser uma apresentação sua quando tudo dá certo, ao encerrar o show com com uma versão ainda mais pesada de "Faded", outro de seus hits.

Porém, apesar dos acertos técnicos no final, fica a vontade de presenciar um show completo e tecnicamente melhor quando ZHU retornar ao Brasil.