Filmes

Notícia

Universal negocia para realizar plano de Tom Cruise de filmar no espaço

Segundo a Variety, estúdio estima custo de US$ 200 milhões, sem contar seguro espacial

A cozinha
23.07.2020
14h09
Atualizada em
23.07.2020
14h47
Atualizada em 23.07.2020 às 14h47
O estúdio Universal Pictures estaria negociando para tornar realidade um dos projetos mais ambiciosos de Tom Cruise e de toda a história da indústria de Hollywood: levar o ator para o espaço e gravar cenas de um novo filme lá. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (23) pela Variety.
 
O projeto de entretenimento espacial de Cruise já havia sido anunciado, numa parceria com a NASA e o megaempreendedor Elon Musk, embora nenhum estúdio, produtora ou empresa de streaming estejam oficialmente conectados a ele até o momento.
 
Ainda segundo a Variety, o orçamento da produção seria de no mínimo US$ 200 milhões, com um cachê de US$ 30 a US$ 60 milhões indo direto para Cruise, que já apontou Doug Liman para a direção.
 
Além de toda a logística e preparação para mandar o ator para o espaço, que por si só não é nada trivial, um dos grandes desafios para o projeto está relacionado aos custos de contrato de seguro para a empreitada. Estúdios que trabalham com atores do primeiro time já sabem e reservam grandes somas em dinheiro para garantir a segurança de seus contratados durante as filmagens nos lugares mais inóspitos, mas nenhum deles até hoje teve a necessidade de redigir um contrato para filmagens fora da órbita da Terra.
 
Conhecido por se arriscar nos sets e dispensar dublês nas cenas de ação - o que já lhe causou graves acidentes -, Tom Cruise ainda terá de encara o lançamento do novo Top Gun e do próximo Missão Impossível, ambos afetados pela pandemia de coronavírus, antes de vestir o uniforme de astronauta.