Tenet

Créditos da imagem: Reprodução/Warner Bros

Filmes

Notícia

Tenet | Warner exigirá 63% do valor da bilheteria nos cinemas

Cinemas precisarão aumentar a receita enviada à Warner se quiserem exibir longa

Fábio Garcia
17.08.2020
18h40
Atualizada em
17.08.2020
19h45
Atualizada em 17.08.2020 às 19h45

Os cinemas tiveram grande prejuízo fechando durante alguns meses de 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus. Tenet é um dos filmes mais esperados para esse momento de reabertura, mas a Warner está exigindo uma porcentagem bem alta do valor arrecado.

Segundo documento compartilhado pelo IndieWire, o estúdio está pedindo por 63% do valor arrecadado em cada exibição de Tenet em cinemas americanos. Essa é uma porcentagem bem maior do que a cobrada normalmente, e evidencia uma queda de braço entre a distribuidora e as redes de cinemas dos EUA.

Alguns cinemas estão reabrindo aos poucos, mas ainda não há lançamento de filmes grandes. Ao mesmo tempo que as redes precisam de um filme do tamanho de Tenet, a exigência da Warner parece bem gananciosa.

Tenet mostra uma organização capaz de inverter o fluxo do tempo, utilizando esse poder para salvar pessoas. O filme conta com John David Washington (Infiltrado na Klan), Robert Pattinson (Crepúsculo), Elizabeth Debicki (Guardiões da Galáxia Vol. 2), Kenneth Branagh (Dunkirk), Aaron Taylor-Johnson (Vingadores: Era de Ultron), Dimple Kapadia (O Que o Coração Deseja) e Clémence Poésy (Harry Potter).

Tenet tem estreia prevista para 24 de setembro no Brasil.