Cena de Tenet

Créditos da imagem: Warner Bros./Divulgação

Filmes

Notícia

Tenet | Executivo da Warner explica arrecadação baixa nos EUA

Chefe de distribuição internacional do estúdio diz que longa passa por uma “estreia de 30 dias”

Nicolaos Garófalo
22.09.2020
20h44

Prestes a completar quatro semanas em cartaz nos cinemas norte-americanos, Tenet ainda não bateu US$ 40 milhões nas bilheterias dos Estados Unidos. Ainda que os valores pareçam baixos, a Warner não se mostra preocupada com a arrecadação. Segundo o chefe de distribuição internacional do estúdio, Andrew Cripps, os números nacionais refletem o diferente momento dos Estados Unidos na luta contra a pandemia. “Lançamos Tenet em 54 países diferentes e cada mercado avançou de forma diferente ao lidar com o vírus”, afirmou o executivo no evento TheGrill 2020, organizado pelo site The Wrap.

Nas palavras do nosso presidente Toby Emmerich, [Tenet] tem uma estreia de 30 dias, não de três”, disse Cripps, fazendo menção ao final de semana que um filme entra em cartaz. “É importante notar que atingimos US$ 250 milhões ao redor do mundo no domingo. Quando fazemos as contas, isso chega a quase 30 milhões de pessoas indo ver o filme nos cinemas, o que é considerável quando olhamos para a situação atual”.

É importante lembrar que centros importantes como Nova York e Los Angeles ainda não autorizaram a reabertura dos cinemas.

Tenet mostra uma organização capaz de inverter o fluxo do tempo e que usa esse poder para salvar pessoas de perigos eminentes. Liderado por John David Washington, o elenco conta ainda com Robert Pattinson (O Farol, The Batman), Elizabeth Debicki (Guardiões da Galáxia Vol. 2), Aaron Taylor-Johnson (Vingadores: Era de Ultron) e Clémence Poésy (Harry Potter). No Brasil, a estreia foi adiada para 15 de outubro.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.