Filmes

Notícia

Rian Johnson deleta 20 mil tweets após demissão de James Gunn

Diretor diz que não quer dar munição para os trolls

Mariana Canhisares
26.07.2018
17h42

O diretor Rian Johnson (Star Wars: Os Últimos Jedi) deletou cerca de 20 mil tweets após a demissão de James Gunn. Especulava-se que esta poderia ter sido uma orientação do estúdio, já que o antigo diretor de Guardiões da Galáxia Vol. 3 perdeu o cargo por causa de publicações que fez anos atrás (via The Wrap). Mas Johnson esclareceu que foi uma decisão pessoal:

Rian Johnson no set de Star Wars: Os Últimos Jedi
Star Wars: Os Últimos Jedi/Lucasfilm/Reprodução

"Não teve nenhuma orientação oficial e não acredito que tenha tuitado nada ruim. Mas são nove anos de coisas efêmeras e escritas no improviso. Se o novo normal são os trolls examinando tweets para usá-los como munição, essa me parece uma atitude 'por que não?'".

James Gunn foi demitido da direção de Guardiões da Galáxia Vol. 3 após o resgate de antigos tweets, que faziam piadas com estupro e pedofilia (leia mais). O diretor já se pronunciou sobre a demissão, dizendo compreender as decisões do estúdio e pedindo desculpas por mensagens ofensivas - leia mais.

A Marvel Studios ainda não se pronunciou sobre as alterações na produção de Guardiões da Galáxia Vol. 3, que deveria iniciar filmagens no fim do ano. O longa tem previsão de lançamento em 2020.