Filmes

Notícia

Ponto Cego | "Diversos trechos com rap foram freestyle", diz diretor

Longa traz diversas performances dos dois protagonistas

Julia Sabbaga
04.10.2018
16h46

O diretor de Ponto CegoCarlos López Estrada, conversou com o Omelete sobre as cenas com rap no longa, com performances de Daveed Diggs Rafael Casal. A música marca diversos momentos do filme, desde trechos menores que mostram o dia a dia dos personagens até o clímax da trama. Sobre as composições, o diretor disse que diversos momentos foram improvisados em freestyle:

Lionsgate/Divulgação

"Grande parte dos raps estava escrita, mas vários foram feitos na hora, e alguns tomaram muito mais tempo que outros. O rap da última cena, por exemplo, era uma composição muito bonita, que demorou muito tempo para compor e os dois gravaram antes. Mas há um momento em que eles estão limpando a casa de alguém que se mudou, e Daveed começa a fazer um rap. Neste caso, nós escrevemos a primeira parte e o rap se desenvolveu para um freestyle, onde os dois começaram a inventar, e a cada tomada que a gente gravava, saía algo diferente". 

A trilha sonora marcante do filme, também, foi resultado da parceria de Diggs e Casal, também roteiristas do longa: "Eu estava envolvido nas escolhas, mas eu sempre soube que a trilha seria composta de artistas da bay area, e músicos que os dois conhecem. Eles lidaram com a maior parte do processo, até porque a maioria dos artistas era amigo deles, ou artistas que eles crescerem ouvindo, ou colaboraram. Quando se fala de música, e música da bay area, acho que poucas pessoas no mundo sabem mais do que Daveed e Rafael". 

O filme segue Collin (Daveed Diggs), ex-condenado que deve passar pelos últimos três dias de liberdade condicional para ganhar a chance de um novo começo. Ele e seu amigo de infância problemático, Miles (Rafael Casal), trabalham como mensageiros e, quando Collin testemunha um tiroteio policial, a amizade dos dois homens é testada à medida que lidam com suas identidades e diferentes realidades no bairro em que cresceram.

O longa está em cartaz no Brasil.