Logo Oscar

Créditos da imagem: Academy of Motion Pictures and Sciences/Divulgação

Filmes

Notícia

Oscar | Academia criará requisito de diversidade para filmes candidatos

A medida, porém, não afetará a próxima edição da premiação

Mariana Canhisares
12.06.2020
13h23
Atualizada em
12.06.2020
13h23
Atualizada em 12.06.2020 às 13h23

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou nesta sexta-feira (12) que adotará novas medidas para melhorar a diversidade tanto do Oscar, quanto da própria organização.

De acordo com o New York Times, a instituição criará uma força-tarefa para desenvolver quais serão os requisitos exigidos dos filmes candidatos até o final de julho. A ideia, porém, é que a próxima edição da premiação ainda não inclua estas regras.

"Precisamos lidar com essa questão urgentemente", disse o chefe-executivo da Academia, Dawn Hudson. "Com esse objetivo, vamos mudar e continuar examinando nossos procedimentos para garantir que todas as vozes sejam ouvidas e celebradas".

A Academia também anunciou que serão sempre 10 indicados à categoria Melhor Filme, abandonando a regra vigente desde 2010 que variava o número de candidatos ao maior prêmio da noite.

Por enquanto, o Oscar está marcado para 28 de fevereiro de 2021. Fontes consultadas pela Variety, porém, afirmam que a organização do evento está cogitando adiá-lo; entenda.