Tilda Swinton no Festival Internacional de Veneza (via Tiziana Fabi/AFP)

Créditos da imagem: Tiziana Fabi/AFP

Filmes

Notícia

Festival de Veneza 2020 começa com salas vazias e discurso pró-volta aos cinemas

Artistas e realizadores enfatizaram importância de assistir filmes nas telonas

Arthur Eloi
02.09.2020
17h24

Após diversos festivais de cinema terem sido adiados, cancelados ou migrado para o formato online durante o auge da pandemia do coronavírus, o Festival Internacional de Cinema de Veneza agora realiza uma edição presencial durante a reabertura das salas na Itália. O primeiro dia do evento, que atrai críticos, cineastas e cinéfilos do mundo todo, foi muito diferente dos anos anteriores, visto que as sessões foram vazias - e, segundo o Deadline, não só por conta das medidas de distanciamento social, mas também por ter menos frequentadores.

Para frequentar as sessões do festival, é preciso tirar a temperatura na entrada, além do uso obrigatório de máscaras a todo momento. E há uma quantidade bastante reduzida de assentos, para dar o espaço necessário entre cada espectador.

Segundo a Variety, o tom do evento foi marcado pela luta dos exibidores pela reabertura e pela tradicional exibição cinematográfica, em vista que muitos dos filmes dos últimos meses abriram mão de serem exibidos nas telonas para chegarem diretamente no streaming. “Hoje, salas de cinema estão novamente abrindo suas portas, assim como festivais, com um certo grau de incerteza e ansiedade”, falaram os organizadores em comunicado conjunto. “Mas elas estão fazendo isso com esperança e convicção, pois sabem que agora, mais do que nunca, ninguém consegue viver sem o cinema. Ninguém consegue viver sem ver filmes na sala, em uma tela grande, cercado de público, com toda a conversa e o silêncio. Queremos enfatizar isso: precisamos cuidar das salas de cinema. E juntos, os cinemas e festivais, firmar um compromisso de cuidar dos filmes, dos artistas, dos profissionais, dos críticos, de todos que trazem o cinema à existência.

A mensagem foi reforçada por duas das principais personalidades presentes: Cate Blanchett, presidente do júri do festival; e Tilda Swinton, cuja carreira foi homenageada. As duas comentaram que os lançamentos em streaming foram necessários para sobrevivência da indústria, mas que a experiência coletiva é necessária para o aproveitamento da mídia. Veja fotos da abertura e das salas vazias na galeria abaixo:

O Festival Internacional de Cinema de Veneza acontece entre os dias 2 e 12 de setembro.