Filmes

Crítica

Crítica: Sex and the City 2

Continuação tem premissa fraca mas emoções e diálogos verdadeiros

Carina Toledo
27.05.2010
17h51
Atualizada em
07.11.2016
08h07
Atualizada em 07.11.2016 às 08h07

Em entrevista ao Omelete, o diretor e roteirista Michael Patrick King declarou que gostaria que Sex and the City 2 fosse uma grande festa. Com essa ideia em mente, fica fácil entender sua opção pela justaposição de cenas extravagantes, cada uma com figurinos mais deslumbrantes e situações mais rebuscadas que a anterior - com direito até à participação especial de Liza Minnelli. No entanto, a trama que faz a ligação entre os vários momentos de celebração da feminilidade e cada um dos looks de "desfile de moda" poderia ser melhor amarrada, para que o todo fizesse mais sentido. Do jeito que está, a comédia romântica deixa a desejar e todos os momentos criados para causar euforia nas mulheres da plateia parecem um pouco gratuitos.

O filme começa dois anos depois do primeiro longa e agora Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker) precisa lidar com a rotina do casamento. Depois de anos promovendo o glamour de uma vida de solteira cheia de pretendentes e badalação nos lugares mais quentes de Nova York, como lidar com noite após noite no sofá assistindo TV ao lado do maridão? E, acima de tudo, como é a vida depois de um final feliz?

Sex and the City 2

None

Sex and the City 2

None

Sex and the City 2

None

As outras personagens também lidam com as consequências de ter alcançado seus objetivos. Charlotte (Kristin Davis) sofre com o estresse de duas filhas pequenas e Miranda (Cynthia Nixon) já não está mais tão feliz na grande firma de advocacia em que trabalha. Samantha (Kim Cattrall) - sempre caricata na medida certa e lançando as melhores piadas - embarcou na empreitada anti-envelhecimento a fim de seguir com suas (muitas) aventuras sexuais. É ela também que convida as meninas para duas semanas de férias em Abu Dhabi - e com todas as despesas pagas -, que é o ápice da trama.

Vemos então que o filme busca entregar às mulheres de sua plateia o sonho escapista de uma vida luxuosa, em que homens maravilhosos e férias grátis podem simplesmente cair do céu. Sex and the City 2 é o conto de fadas para a sociedade de consumo, em que uma fada madrinha em forma de sheik árabe resgata mulheres das agruras de ser mães e esposas para levá-las ao mundo encantado do Oriente Médio, cheio de possibilidades e mistérios.

No entanto, apesar de todos os excessos, a continuação consegue se recuperar das gafes do primeiro filme e não fica apenas na superficialidade. Ainda que pouco amarrado, o roteiro acerta nas emoções e nos diálogos - como, por exemplo, uma ótima cena entre Miranda e Charlotte no bar do hotel em Abu Dhabi -, entregando um resultado coerente com a trajetória trilhada pelas personagens nos seis anos da série. Carrie, Miranda, Samantha e Charlotte voltaram a ser personagens esféricas, que mostram o melhor de seu estereótipo - a aficionada por sexo ou a super-mulher profissional, por exemplo -, e também momentos ricos em que as vemos totalmente desmontadas e frágeis, como qualquer mulher normal. O grande orçamento também ajuda e o diretor tira proveito das locações no deserto e dos takes aéreos em Nova York, proporcionando belas imagens.

Para as fãs nostálgicas de Sex and the City, o segundo filme serve muito bem para matar a saudade de nossas heroínas. E a improvável combinação de Samantha Jones e o tradicional mundo das burcas do Oriente Médio também faz valer os reais gastos com o ingresso do cinema.

Especial Sex and the City 2 - Crítica, entrevistas, galeria de imagens e vídeos
Saiba onde o filme está passando

Sex and the City 2
Sex and the City 2
Sex and the City 2
Sex and the City 2

Ano: 2010

País: EUA

Classificação: 14 anos

Duração: 146 min

Direção: Michael Patrick King

Elenco: Sarah Jessica Parker, Kristin Davis, Cynthia Nixon, Kim Cattrall, David Eigenberg, Evan Handler, Alexandra Fong, Parker Fong, Mario Cantone, Willie Garson, Noah Mills, Liza Minnelli, Billy Stritch, Alice Eve, Jason Lewis, Max Ryan, Lynn Cohen, Amira Mor, Dhaffer L'Abidine, John Corbett, Raya Meddine, Jennifer Ferrin

Nota do Crítico
Bom

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.