Filmes

Notícia

Cats | Vale a pena ver a adaptação cinematográfica do musical?

Filme recebeu críticas negativas já no lançamento de seu primeiro trailer

A cozinha
09.01.2020
20h44

Visto com péssimos olhos desde que seu primeiro trailer foi disponibilizado ao público, Cats se tornou alvo de memes e piadas meses antes de sua estreia, no Natal de 2019. Adaptação de um dos mais longevos musicais da Broadway, o longa dirigido por Tom Hooper parecia ter tudo para dar certo: além do parrudo orçamento de US$ 100 milhões, o filme contava com nomes de peso como Taylor Swift (que, além de atuar e cantar, também emprestou seus dons como compositora), sir Ian McKellen, Judi Dench, Idris Elba e diversos outros atores atrativos para o mercado de entretenimento americano.

O resultado, porém, ficou muito aquém do esperado. Os efeitos especiais, que fundiram os atores com gatos de uma maneira bizarra, com uma utilização extremamente malfeita da tecnologia da captura de movimentos.

Apesar da boa trilha sonora e das coreografias bem performadas, as atuações, soterradas em um mar sem sentido de computação gráfica, foram completamente perdidas e, por mais belas que sejam, as músicas cantadas por Jennifer Hudson e pela protagonista Francesca Hayward se tornam vazias por conta de um inexistente roteiro.

Procurando trazer maior realismo e proximidade para a peça criada por Andrew Lloyd Webber, Cats se tornou, em poucas semanas de cartaz, um dos filmes mais zombados por público e crítica. Assistido basicamente por curiosos, o musical nem ao menos se pagou até agora no mercado mundial, criando, justificavelmente, um buraco no orçamento da Universal.