Grey's Anatomy já teve um tiroteio dentro do hospital

Créditos da imagem: Reprodução

Filmes

Notícia

Shonda Rhimes e mais prometem mudanças em cenas com armas em Hollywood

Amy Schumer e Jimmy Kimmel também assinaram o documento lançado hoje (13)

Omelete
2 min de leitura
Caio Coletti
13.06.2022, às 16H23

Um grupo poderoso de roteiristas, produtores, astros e estrelas de Hollywood assinaram uma carta aberta em que prometem mudar a forma como o uso de armas de fogo é representado nas telas. Entre os signatários, como notou a EW, estão Shonda Rhimes (Grey's Anatomy), Amy Schumer (Descompensada) e Jimmy Kimmel.

"Como os contadores de histórias dos EUA, o nosso objetivo primário é entreter, mas também reconhecemos que nossas narrativas têm o poder de criar mudança. Atitudes culturais em torno do tabagismo, de dirigir embriagado, do uso de cintos de segurança e da igualdade matrimonial evoluíram em grande parte por causa da influência dos filmes e da TV. Está na hora de abordar a segurança armamentista", diz um trecho da carta.

O compromisso foi firmado após um período em que os incidentes de tiroteio em massa se multiplicaram pelos EUA, mais notavelmente na cidade de Uvalde (Texas), onde 19 crianças e dois adultos foram mortos. Outro incidente em Buffalo (Nova York) deixou 10 mortos em um supermercado.

Bill Lawrence (Ted Lasso), Damon Lindelof (Watchmen), Michelle Robert King (The Good Fight), Judd Apatow (Ligeiramente Grávidos), Steve Levitan (Modern Family), David Shore (The Good Doctor) e Jenni Konner (Girls) também assinaram a carta.

Entre as medidas prometidas no texto estão a "limitação de cenas envolvendo crianças e armas, tendo em mente que as armas de fogo são a principal causa de mortes de crianças e adolescentes nos EUA". Os signatários também prometem "conversar com ativistas sobre alternativas que podem ser empregadas, sem sacrificar a integridade artística", quando armas de fogo estão envolvidas em uma cena.

"Nós não estamos operando na ilusão de que estas ações são um bom substituto para legislações armamentistas mais sensatas. Além disso, nossa carta não incorpora todas as nuances da representação das armas de fogo nas telas. No entanto, essas são coisas pequenas que podemos fazer, como comunidade, para tentar acabar com o nosso pesadelo nacional", completa o texto.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no Youtube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.