Halyna Hutchins, diretora de fotografia morta após acidente no set do filme Rust

Créditos da imagem: Reprodução/GoFundMe

Filmes

Notícia

Campanha arrecada US$ 100 mil para família de Halyna Hutchins, morta em set

Diretora de fotografia morreu durante disparo acidental no set de Rust, filme com Alec Baldwin

Beatriz Amendola
23.10.2021
16h09
Atualizada em
23.10.2021
16h26
Atualizada em 23.10.2021 às 16h26

Uma campanha de financiamento virtual já arrecadou mais de US$ 100 mil para a família de Halyna Hutchins, diretora de fotografia que morreu após um disparo acidental no set do filme Rust, estrelado por Alec Baldwin

Hospedada no site Go Fund Me, a campanha foi iniciada pelo Sindicato dos Diretores de Fotografia com o obejtivo de arrecadar fundos para ajudar o marido e o filho de 9 anos deixados por Hutchins. 

A diretora de fotografia morreu após ser ferida pelo disparo do que deveria ser uma arma cenográfica usada por Alec Baldwin. O diretor Joel Souza também foi ferido pelo disparo, mas já teve alta do hospital.

O incidente está em investigação e, até o momento, nenhuma acusação formal ou prisão foi feita. O caso já tem causado rebuliço na indústria, com diversos nomes de Hollywood se pronunciando pelo fim da presença de armas em sets de filmagens. 

Foi noticiado, ainda, que parte da equipe de Rust havia se demitido horas antes do acidente, alegando preocupação com as condições de segurança no set

Hutchins não foi a primeira vítima de um incidente desse tipo. Um caso emblemático é do ator Brandon Lee, que morreu nos anos 1990 depois de um acidente nas gravações de O Corvo. Na ocasião, a equipe de filmagens não percebeu que havia uma bala de verdade presa no tambor da arma cenográfica disparada pelo ator Michael Massee. Lee tinha apenas 28 anos.  

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.