Ator Alec Baldwin (Divulgação)

Créditos da imagem: Ator Alec Baldwin (Divulgação)

Filmes

Notícia

Alec Baldwin Unscripted: Entrevista do ator sobre acidente em Rust está no Star+

Acidente aconteceu em outubro de 2021

Pedro Henrique Ribeiro
10.12.2021
14h17

Uma entrevista com o ator Alec Baldwin sobre o disparo acidental no set de Rust entrou no catálogo do Star+. Segundo o streaming, o ator conta todos os detalhes da sua versão do incidente no Alec Baldwin Unscripted.

Em outubro, um incidente envolvendo uma arma cenográfica disparada por Baldwin no set de Rust matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins e feriu o diretor Joel Souza.

Em uma entrevista à ABC News no início do mês, Baldwin repetiu sua alegação de que não teria puxado o gatilho da arma"Eu mexi no cão da arma, porque era isso que eles precisavam que eu fizesse na cena. Eu puxei e falei [para Hutchins]: 'Está bom assim? Consegue ver?'. Quando soltei o cão, a arma disparou", contou.

Reiterando que "jamais puxaria o gatilho de qualquer arma quando ela estivesse apontada para alguém", Baldwin disse que ficou chocado ao ver a diretora de fotografia cair no chão, e inicialmente achou que ela tinha desmaiado.

"Eu não tive a noção de que havia uma bala de verdade dentro da minha arma e ela tinha sido atingida até 45 minutos, uma hora depois. [...] Quando dei minha primeira declaração para a polícia, eles me disseram que ela não tinha sobrevivido. Só fiquei sabendo naquele momento", comentou ainda.

Recentemente, o primeiro assistente de direção em RustDave Halls, admitiu que não verificou todas as munições da arma. Segundo o LA Times, foi confirmado que Halls quebrou os protocolos de segurança, e não verificou todas as munições disponíveis na arma antes de repassá-la para Baldwin. 

Geralmente, uma arma de hélico, e seus disparos, passam por várias inspeções como parte dos regulamentos de segurança no local para garantir que está carregada — ou não — com munição real.

Além de Hutchins, o diretor de RustJoel Souza, também foi atingido pelo disparo, mas sobreviveu.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.