A Múmia | Diretor diz que experiência no longa foi "dolorosa"

Créditos da imagem: A Múmia/Universal Pictures/Reprodução

Filmes

Notícia

A Múmia | Diretor diz que experiência no longa foi "dolorosa"

Depois do filme, Alex Kurtzman abandonou o projeto do Dark Universe

Mariana Canhisares
10.01.2019
09h53
Atualizada em
10.01.2019
14h17
Atualizada em 10.01.2019 às 14h17

O diretor Alex Kurtzman finalmente falou abertamente sobre A Múmia. Em entrevista ao Hollywood Reporter, ele afirmou que não era assim que imaginava o filme, descrevendo o processo de produção como algo "doloroso".

"A Múmia não foi o que eu queria. Não estou mais envolvido nisso [Dark Universe da Universal] e não tenho ideia de onde isso vai parar. Olho para trás agora e sinto que o que pareceu doloroso na época acabou sendo uma benção incrível para mim. Aprendi que preciso seguir meus próprios instintos e, quando não posso fazer isso por completo, não acredito que serei bem-sucedido. Esses filmes são bonitos porque os monstros são personagens falhos e nos enxergamos neles. Espero que estes sejam os filmes que eles façam; quero vê-los".

Kurtzman e o produtor Chris Morgan foram contratados originalmente para supervisionar a sala de roteiristas do Dark Universe, universo compartilhado da Universal Pictures, que contaria com os filmes A Múmia, A Noiva de Frankenstein, O Homem Invisível e mais. Porém, em novembro de 2017, a dupla abandonou o projeto. Kurtzman preferiu focar na produção executiva da série Star Trek: Discovery, enquanto Morgan retorna para a franquia Velozes e Furiosos.

Desde então, o desenvolvimento do universo compartilhado parece ter sido paralisado.